Para fazer frente aos mais novos concorrentes, a Ford combinou a transmissão automatizada de seis marchas com seu motor de 1,6 litro

 

042-1

COM A CLARA INTENÇÃO é de manter o EcoSport competitivo no mercado, a Ford se rendeu às evidências e trouxe o câmbio automatizado para seu SUV compacto com motor de 1,6 litro, denominado Ti-VCT, anteriormente disponível apenas para a versão de dois litros. Nessa faixa de preço, o consumidor quer, cada vez mais, o conforto e a praticidade da ausência do pedal da embreagem. A solução com certeza veio para tornar os modelos mais baratos da marca mais competitivos em um momento em que o meio de campo ficou totalmente embolado com a chegada do Jeep Renegade, Honda HR-V e Peugeot 2008, além do Renault Duster.

042-2

Além disso, o Sigma de 1,6 litro passou por uma ligeira evolução e adotou o comando de válvulas variável na admissão e no escapamento – o anterior só tinha na admissão. O novo motor, produzido com bloco de alumínio, desenvolve 131 cv de potência com etanol (anteriormente eram 115 cv) e 129 cv com gasolina. A ele foi acoplada a conhecida transmissão automatizada de dupla embreagem de seis marchas denominada Powershift. O modelo tem classificação A de eficiência energética do Inmetro, entidade brasileira que regula o consumo dos veículos, e cinco estrelas naavaliação de segurança do Latin NCAP…

 VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 71. COMPRE ONLINE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s