QUE O AGENTE James Bond fez com um DB5 no filme Skyfall foi um sacrilégio, exceto pelo fato de que aquele Aston era um modelo realístico em 3D feito 018-2numa impressora, a mesma tecnologia que vem revolucionando vários setores, como a medicina, arqueologia, por exemplo.

É o impacto da impressão 3D sobre os processos da manufatura, que o jornal The Economist chamou de “a nova revolução industrial”, com resultado semelhante ao da linha de produção de Henry Ford iniciada na produção do Modelo T em 1913.

A Jaguar Land Rover é a indústria automotiva que mais abraçou esta tecnologia que vem revolucionando a forma de desenhar e testar carros. “Em 1992 começávamos a ter contato com as primeiras impressoras 3D”, explica Mark Barrington, gerente de protótipos e processos. “Naqueles dias o processo não era útil, mas já mostrava seu potencial, que hoje é plenamente explorado”. “Propostas de rodas eram modeladas em argila – uma simples roda poderia demandar dez dias”, informa Ian Callum, diretor de design. “Agora podemos imprimir uma roda de 22 polegadas em tamanho real em questão de horas. É uma economia enorme de tempo, além de que a impressão em 3D é exata, perfeita”…

LEIA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 72! COMPRE ONLINE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s