Como o audaz piloto Terry Grant bateu o recorde mundial sobre duas rodas

016

1 – ‘Eu faço a parte fácil’

“Precisávamos de 16 passageiros no carro para que o recorde fosse quebrado (do maior número de pessoas num carro em duas rodas). Minha equipe trabalhou em onde e como acomodar todo mundo (incluindo cinco no portamalas). Eu apenas me concentrei no que tinha a fazer, pois não queria me distrair. Minha parte foi a fácil, dirigir!”

2 – ‘Não conseguia ver aonde estava indo’

“A chuva deixou escorregadia a rampa de alumínio da largada, derrapar era um temor. Lá de dentro eu não conseguia ver nada do lado esquerdo e muito do que estava à frente; só conseguia ver um pouco à frente e à direita. Todo o resto era cego. Eu tinha que me lembrar de tudo”.

3 – ‘O pior que poderia acontecer era…’

“O maior medo era alguma coisa acontecer na direção do carro, pois perderíamos o rumo ou o equilíbrio. Assim, me assegurei que o cara que foi deitado sobre o painel realmente deveria ficar encaixado no vidro. O pior mesmo seria capotar, ruim para nós e para o carro”.

4-  ‘Não há santantônio’

“O carro é absolutamente original, novo, um Range Rover Sport SVR. Não há santantônio…

 VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 73. COMPRE ONLINE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s