Para quem olha sem muita atenção, não passa da evolução do conceito Speed 6 sem teto de 2015. Mas por baixo de sua carroceria o Speed 6e esconde o próximo passo da Bentley e do VW Group na eletro mobilidade.

s2

Aí você pensa que o roadster 6e, que apareceu de surpresa no recente Salão de Genebra, é um carro familiar? Parabéns – sua memória funcionou bem. Afinal, o dois lugares com a capota ainda por ser instalada se parece demais com o surpreendente conceito EXP 10 Speed 6 que apareceu em Genebra em 2015 e foi avaliado com exclusividade pela CAR. O exercício verde de design que chegou a ser anunciado como uma série limitada de baixa produção, foi para o freezer. Sem surpresa que sua próxima interação tenha sido chamada de EXP 12, tido como ‘uma conversa inicial’, como disse o diretor de designer de exteriores Paul Gregory. Uma nova forma de dizer que a resposta positiva incentivou o programa – independentemente da forma que o carro assumirá e a plataforma a ser adotada.

s3

A designação 6e indica o sistema de propulsão, sendo o ‘e’, para elétrico. Nesse ponto, a versão oficial informa que a coisa está no início e os detalhes do conjunto de força, ainda sendo decididos. O pessoal em Crewe, sede da Bentley na Inglaterra, trata com muito cuidado a questão da aceitação de um trem de força elétrico num Bentley, que lhe daria muito torque, mas não combinaria nem um pouco com o emblema dianteiro e com uma linha de produtos com esta característica e autonomia – por enquanto completamente vaga – suficiente para cobrir um trajeto entre Londres e Paris (abaixo dos 500 km). Independentemente de seus números e especificação ainda desconhecidos, esta proposta branca sem teto é uma coisa veloz, embarcando dois motores, um em cada eixo, tração integral e um conjunto de baterias relativamente compacto, instalado atrás dos bancos. O produto final, ainda em segredo, deverá utilizar a também secreta plataforma chamada de MTP (multi-traction platform) que está sendo projetada para combinar o melhor de dois mundos: elétrico a bateria (BEV), híbrido plug-in (PHEV) e motor a explosão. Para fazer isso, a MTP está sendo projetada em volta de uma estrutura de túnel central com seção traseira em T. Nos BEV, este componente em formato de skate será totalmente preenchido com baterias. A Bentley teria assim um grande armazenamento de energia e três motores, dois deles tracionando as rodas traseiras, como nos contou um passarinho de dentro da Bentley. Em modo PHEV as baterias seriam instaladas lado a lado em torno do túnel, com motor elétrico bem menor, instalado entre o motor a combustão e o câmbio.

s4.jpg

A dúvida maior é em que nível a plataforma MTP estará, em comparação com outras soluções desenvolvidas por seus parceiros potenciais/concorrentes da Porsche e Audi…

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 81. JÁ NAS BANCAS E NA LOJA ONLINE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s