Deixou de ser um monovolume para se transformar em um SUV. A marca acertou em cheio: aparência de utilitário esportivo… ótimo comportamento de carro.

s2

A chegada do 3008 sem dúvida representa um marco para a Peugeot do Brasil. Com ele, a empresa está consolidando uma reestruturação que vem sendo posta em prática há algum tempo. Com carros bastante bons, mas com uma aceitação do público apenas razoável, a marca francesa vem enfrentando dificuldades no mercado brasileiro.

s3

As marcas francesas, com exceção da Renault, que vem conseguindo conquistar adeptos com uma gama de modelos predominantemente mais simples e mais acessíveis, ainda não conseguiram superar a desconfiança do consumidor. Nós mesmos, após elogiarmos em público o carro que avaliávamos de uma dessas fabricantes, ouvimos do curioso: “mas é francês!”

s4

Mas, além de outros modelos de boa qualidade ofertados pela Peugeot no nosso mercado, o 3008 pode vir a se tornar realmente o carro que marcará essa volta por cima. O antigo 3008 era um crossover com tendências a minivan e nunca emplacou por aqui. O novo 3008 assumiu definitivamente a roupagem de SUV. Na verdade, a moda de utilitários esportivos se propagou de tal forma no mundo, que todas as marcas têm ao menos um desses modelos em sua gama de produtos. Até as fabricantes de superesportivos.

s5

E essa nova identidade foi obtida com louvor, no nosso entender. O 3008 não é um SUV na acepção total do conceito, como não o são 80% dos SUVs presentes no mercado, mas tem linhas, estilo e conformação de um utilitário esportivo. Em nossa opinião, o design da Peugeot foi muito feliz ao conceber o 3008. Além de mudar seu conceito construtivo radicalmente, produziu um carro bonito, coerente, pronto para agradar a qualquer um.

s6

O carro chega ao Brasil muito bem equipado e com as credenciais de quem venceu 24 prêmios, inclusive o de Carro do Ano da Europa. Como dissemos, ele é um SUV mais de aparência do que de atitude, mas não há nada de errado com o fato de não ter tração nas quatro rodas ou reduzida. A esmagadora maioria dos compradores de “SUV” jamais enfrenta alguma dificuldade off-road; quando muito, circula por estradas de terra batida de boa qualidade. O 3008 tem jeitão de SUV, mas comportamento dinâmico de hatch dos bons.

s7

Bonito, elegante, com ótimo acabamento e nível de equipamentos, ele impressiona quem vê e mais ainda quem dirige. O motor é o bom e confiável 1,6 litro THP, só que movido apenas a gasolina. Isso fez com que ele perdesse 8 cv em relação à versão THP flex do 2008 (173 cv), mas esse fato é quase imperceptível em função do seu alto torque (24,5 kgfm), que já aparece em sua plenitude a partir das 1.400 rpm. Apesar de não poder ser considerado leve (1.567 kg), a fabricante acena com um bom desempenho para o carro: aceleração de 0 a 100 km em 8,9 s e velocidade máxima de 206 km/h. Independente de números, o bom torque em baixas rotações é o grande responsável por produzir boas sensações em quem está dirigindo. O câmbio automático de seis marchas com borboletas no volante tem ótimo funcionamento, apresenta mudanças rápidas e suaves e conta com modo de dirigir “Sport”…

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 81. JÁ NAS BANCAS E NA LOJA ONLINE!

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s