Lembram-se de quando o 911 era um relativamente modesto coupé esportivo, ágil e com apenas o suficiente de potência e torque? E com bom espaço para a cabeça… Junte-se a nós para uma avaliação radical dos 690 cv do GT2 RS

s4

Havia um tempo    quando a Porsche instalava dois suportes de mão em todos os 911, carinhosamente apelidados de ‘pqp’ – isso foi há um bom tempo. O que mantém o passageiro firme dentro do 911 GT2 hoje em dia são cintos de segurança vermelhos, um banco formato concha apertadíssimo que comprime suas costelas e a crença na eletrônica na prevenção do que fez a fama deste carro num passado distante, de fabricante de viúvas. Finalmente, claro, a perícia do condutor, Uwe Braun, chefe de desenvolvimento da Porsche GT.

s2

O engenheiro veterano da Porsche vira a chave de ignição, olha para mim e diz: ‘confie em mim’, sorrindo, antes de colocar a alavanca no modo ‘derreter asfalto’. Se você achava que o novo GT3 de 493 cv e 46,8 kgfm queimava o asfalto como nenhum outro, ficará chocado. Reclassifique a arrancada do GT3 para ‘fofinha’ e prepare-se para a forma peculiar com que os 690 cv e 76,4 kgfm te agarram pelos bofes. Liberando uma energia visceral das turbinas, este 911 gera cargas laterais capazes de arrancar uma dentadura e frear de forma que sua peruca bata no para-brisa.

s8

Apesar da nomenclatura similar, o GT3 e o GT2 RS são totalmente diferentes. Não se trata apenas de comparar turbinado com aspirado, aerofólio grande contra extragrande ou câmbio PDK versus manual. O que faz a grande diferença é a combinação e quase 200 cv extras e cerca de 27 kgfm a mais de torque. Some a tudo isso os 2.8 s que o GT2 RS precisa para chegar aos 100 km/h e a máxima de 340 km/h. Alguma pergunta mais, senhores?

s9

O 6 cil. 3.8 l boxer do GT2 canta como Wagner, mas com um toque eletrônico. Malvado, maldito, obscuro, o biturbo de 24 válvulas é uma ameaça acústica e isso com o escapamento no modo: ‘vizinhos, meus amigos’. Abra suas borboletas e o risco de surdez fica real. Olhando com o canto do olho e com a respiração ofegante, o passageiro sente alguma náusea, seguida de arrepios que percorrem os braços, pernas e pescoço.

s7

Pise fundo e o motor instalado ali atrás começa a despejar uma avalanche de decibéis. Fique com o pé no fundo numa longa reta e os dois catalisadores instalados antes das quatro enormes saídas do escapamento ficam incandescentes, mostrando a incrível engenharia em busca de desempenho. Nesse ponto você precisa de uma pausa.

s6

s5A sigla RS significa Racing Sport, domínio do Andreas Preuninger e sua equipe. Eles fizeram um intenso trabalho de modificação das molas e amortecedores no GT2 RS que os deixou muito parecidos com os componentes utilizados nos carros da Porsche Cup, a suspensão ficou bem mais rígida, assim como as fixações do motor. Os pneus escolhidos foram Michelin e Dunlop de ultra-alto-desempenho, os dutos de refrigeração de freios foram alargados e vários apêndices aerodinâmicos apareceram. O uso intenso de fibra de carbono resultou num peso abaixo dos 1.500 kg (com um investimento extra adquire-se o pacote Weissach inspirado no 918 que corta mais 30 kg graças ao teto em compósito e rodas e barras estabilizadoras de magnésio). Pode esquecer ar-condicionado e rádio, e se quiser, ordene bancos elétricos ajustáveis mais confortáveis.

s1

Preuninger é claríssimo sobre o propósito do GT2. “Queríamos mesmo fazer um estrondoso motor turbo, pois sabíamos que ele seria muito divertido”, afirma, aparentemente imune à fama de serem unidades com respostas piores. “Quando você constrói um motor turbinado que explode em altas rotações, ele deve ser realmente interessante. Nesse carro ali estão muitos componentes emocionais, como seu ronco, muito parecido com o de um 930 dos anos 80. Eu realmente queria que ele roncasse diferente de outros modelos Turbo, mais esportivamente e mais como na era de ouro das corridas com motores turbinados”.Que mundo era aquele? Menos de nove segundos de zero até 200 km/h…

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 83.

EM BREVE NAS BANCAS, EM NOSSA LOJA ONLINE E NO NOVO APP PARA IOS E ANDROID.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s