O Polo traz uma série de inovações para o compacto premium da marca, tudo por um bom preço. Não que ele seja barato, mas tem excelente custo-benefício.

s10

Finalmente ele está chegando. É com o novo Polo que a Volkswagen pretende, segundo suas próprias palavras, inaugurar uma nova era no Brasil. A marca, que já foi líder de mercado por muitos anos, realmente precisava de uma injeção de ânimo, além de produtos mais atraentes, para tentar retomar a liderança do mercado. Dados da Fenabrave mostram que, no acumulado de emplacamentos de 2017, a VW está em terceiro lugar no ranking de fabricantes nacionais, atrás de General Motors e Fiat.

s9

Mas se os futuros planos da marca incluem produtos do nível do Polo, a concorrência vai ter que pôr as barbas de molho. Um dos bons indícios do que eles estão falando é que o novo compacto premium está sendo lançado no Brasil quase simultaneamente com a Europa, sem nenhuma defasagem de projeto.

s7

s8Ele nasceu de um processo construtivo que a empresa denomina de estratégia modular MQB, que pode abrigar carros de diversos tipos e portes — aqui, além do Polo, ela será a base para um sedã, um SUV e uma pickup. Com relação ao modelo que já foi produzido no Brasil, o novo hatch cresceu significativamente e está se aproximando do Golf. Aliás, o Polo deverá ser mais um problema para o irmão maior, que, apesar de ser um ótimo carro, tem baixos números de vendas — apenas 3.300 no acumulado do ano até setembro.

Com 4.057 mm de comprimento, 2.565 mm de entre-eixos, 1.751 mm de largura e 1.468 mm de altura, ele ganhou 167 mm, 100 mm e 100 mm, respectivamente, e ficou 21 mm mais baixo. Podem parecer números baixos, mas em se tratando de um carro são valores representativos. As linhas externas são semelhantes às do modelo alemão, apenas o para-choque dianteiro ganhou uma “boca” maior e mais esportiva.

s4

Internamente, ele inova no segmento. Além de ótimo espaço, principalmente para a parte traseira, e da saída do ar-condicionado para os passageiros de trás, o principal foco do desenvolvimento da cabine foram as soluções digitais para mostradores e controles. O Polo é o primeiro VW a trazer a segunda geração do Active Info Display — configurável, como nos Audi —, sistema Discover Media com tela sensível ao toque de 8 polegadas e aparência de smartphone, além de duas entradas USB com capacidade de 2 ampères.

s6

s12As informações de navegação podem ser mostradas em 2D ou 3D, em uma tela de 10,2 polegadas, com resolução de 1.440 x 540 pixels. Informações sobre funções de condução, de navegação e de assistência podem ser integradas em áreas gráficas do velocímetro e conta-giros, conforme necessário. Dados exibidos no console central pelo sistema de infotainment, como contatos de telefone, também podem ser expostos no painel digital programável.

s11

O sistema Discover Media, da versão Highline, permite conectividade avançada com smartphones por meio do App-Connect (Android Auto, Apple CarPlay e Mirrorlink). A tela colorida sensível ao toque (touchscreen) de 8 polegadas com sensor de aproximação oferece interatividade, com várias opções de informação e entretenimento. O equipamento inclui sistema de navegação via satélite e o dispositivo Think Blue Trainer, que auxilia na condução mais econômica, dando dicas ao motorista.

s5

s1A versão topo de linha, que vem somente com o motor de 1,0 litro e recebeu a denominação 200 TSI por causa dos 200 Nm de torque, é irrepreensível. O alto nível de força em baixas rotações faz com que o carro tenha um ótimo desempenho, qualquer que seja a situação. Para as versões com motor TSI, só está disponível o câmbio automático de seis marchas com trocas sequenciais manuais tanto pela alavanca quanto pelas borboletas atrás do volante. No modo normal de condução, ele privilegia a economia, trocando de marchas em rotações mais baixas para aproveitar ao máximo o torque do motor. Na posição “S“, as trocas para marchas superiores são feitas de forma mais rápida em rotações mais elevadas, visando maior desempenho. Qualquer que seja a opção, ele funciona perfeitamente bem, com trocas suaves e rápidas.

s3

Um dos pontos altos do Polo, com certeza, é o seu conjunto, a sua dirigibilidade. Conduzido esportivamente em uma pista de avaliação, ele mostrou ótimo comportamento. Ele é previsível em sua leve tendência a sair de frente no limite de aderência dos pneus, o que pode ser facilmente corrigido com um simples aliviar do pé no acelerador. Andando normalmente pelas ruas e estradas de São Paulo, sua conduta também agradou bastante. Ou seja, o compromisso entre estabilidade e conforto foi muito bem resolvido no momento da calibração da sua suspensão. Todas as versões do Polo contam com controle de tração de série, mas o controle eletrônico de estabilidade só está disponível para as versões turbo.

s2

O motor é o mesmo 1.0 que equipa o Golf, porém, no Polo, ele ganhou 3 cv (quando equipado com etanol): são 128 cv do novo carro contra 125 cv do irmão maior. Apesar dessa variação na potência, o torque permanece o mesmo, com 20,4 mkgf para os dois combustíveis. Usando apenas gasolina, o motor desenvolve somente 116 cv…

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 84. JÁ NAS BANCAS!

BAIXE O NOVO APP E LEVE UMA EDIÇÃO GRÁTIS! DISPONÍVEL PARA IOS E ANDROID.

OU COMPRE EM NOSSA LOJA ONLINE E RECEBA SUA CAR EM CASA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s