Para celebrar seu 50º aniversário e o domínio absoluto na era híbrida da Fórmula 1, a AMG apresenta o carro do Lewis Hamilton para as ruas

s4

Em 1997 os engenheiros da AMG precisaram de apenas 126 dias para projetar e construir o CLK GTR, que estava no limite da legalidade para rodar nas ruas. Duas décadas depois, o processo de gestação do hipercarro Project One demorou bem mais, e começou exatamente no divórcio entre a AMG e a McLaren. A cisão significou que, cedo ou tarde, a divisão de performance da Mercedes teria que mostrar um substituto do SLR.

s3

A AMG vai muito bem, obrigado, tem gerado bom volume de vendas e atingido suas metas, mas mesmo a versão GT R de 577 cv – 320 km/h – não é um supercarro radical, muito menos um hipercarro capaz de mexer com as estruturas do segmento. A AMG precisava entregar algo inédito, um buraco negro dentro desta galáxia. Uma máquina ainda mais radical que um McLaren P1 ou uma LaFerrari, com a mais moderna interação entre motor a combustão e eletrificação, uma virada no jogo automotivo que a AMG domina como ninguém, como sua engenharia tem comprovado e cada GP de Fórmula 1.

s6

Originalmente conhecido como X1 e provisoriamente chamado de AMG R50, para celebrar o 50º aniversário da unidade de Affalterbach, o projeto começou no fim de 2014, um ano depois de Tobias Moers substituir Ola Källenius no comando da operação satélite da Mercedes.

s5

No início de 2017 um modelo em fibra de vidro sem interior foi mostrado a um grupo seleto de clientes durante o Salão de Genebra. A demonstração guardada a sete chaves aconteceu numa estrutura montada próxima do hotel La Réserve, onde o hipercarro de dois lugares cinza e preto foi apresentado por Moers como o próximo grande passo no segmento dos automóveis de alto desempenho.

De uma lista de mil pretendentes, a Mercedes aceitou depósitos de seis dígitos de 275 amigos da casa cuidadosamente selecionados. Administrar uma grande frota de ônibus da marca, ou de caminhões, ser comprador frequente de Maybachs ou de G35 deve ter ajudado na seleção. O preço? R$ 9,7 milhões (na Europa, sem impostos) para cada uma das 275 unidades que serão construídas. Antes das primeiras entregas na segunda metade de 2019, 12 protótipos de pré-produção serão destruídos em testes de segurança.

“No que diz respeito à segurança passiva, exigimos o máximo possível”, informa Tobias Moers. “Haverá pelo menos quatro ‘airbags’ – talvez seis – e o monocoque é extremamente rígido”.

s1

Desenhado por Gorden Wagener, cujos recentes trabalhos incluem os conceitos Vision 6, o Project One é uma escultura maravilhosa de alto desempenho. Não tão extremo quanto o Valkyrie da Aston e muito mais indicado para a pista do que um Chiron, o X1 é visualmente e no conteúdo, semelhante a um Koenigsegg Regera e ao futuro McLaren BP23 de três lugares (veja box nesta matéria). Uma das características mais intrigantes talvez deva ser o longo e fino apêndice que termina na traseira, alegadamente ali para garantir melhor estabilidade direcional em altas velocidades. Largo e baixo, o novo carro tem desenho estilo F1 garrafa de Coca-Cola, com flancos limpos e rodas de baixo arrasto. Delicadamente integrados à bela arquitetura escultural estão os faróis de LED, portas maiores do que o esperado, entradas de ar menores do que o esperado e alguns elementos aerodinâmicos ativos. Na frente encontramos um par de lâminas ativas que regulam a exaustão de ar na região próxima ao para-brisa; na traseira, dois flapes e o aerofólio com dois modos de atuação…

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 84. JÁ NAS BANCAS!

BAIXE O NOVO APP E LEVE UMA EDIÇÃO GRÁTIS! DISPONÍVEL PARA IOS E ANDROID.

OU COMPRE EM NOSSA LOJA ONLINE E RECEBA SUA CAR EM CASA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s