Dois carros-conceito, o Santo Graal dos motores e uma aliança com a gigante Toyota – a Mazda faz tudo o que é possível para permanecer relevante

05_vision_coupe_ext_rq.jpg

O tufão que ameaçou acabar com a cidade de Tóquio serviu apenas para atrasar o lançamento do mais novo conceito da Mazda em 24 horas. Em compensação, os ventos da mudança sopram sobre os planos da companhia nas áreas de design e engenharia, onde não há sequer um sinal de abatimento.

10_vision_coupe_int_front.jpg

A quinta marca individual japonesa em vendas anuais – a Mazda vendeu relativamente modestos 1.6 milhão de carros em 2016 – anunciou recentemente uma importante parceria com a maior fabricante japonesa (e do mundo), a Toyota. A primeira aliança entre elas desenvolve carros híbridos e elétricos que chegarão às lojas em 2020.

06_vision_coupe_ext_front.jpg

Enquanto isso, a Mazda vem trabalhando sozinha no desenvolvimento do primeiro motor a gasolina que mescla combustão por centelha e compressão na mesma unidade (veja matéria nesta edição), prometendo 30% de melhora no consumo em relação ao atual motor 2.0 l da marca e com menos emissões.

03_Kai_EX_RrQ_Black.jpg

A Mazda revelou dois conceitos no último Salão de Tóquio que balizam os avanços tecnológicos e de estilo dos carros da marca no curto e longo prazo. O mais importante deles, de acordo com Jeff Guyton, presidente da Mazda Europa, é o lindo Vision Coupe. Com estética externa minimalista numa carroceria de laterais côncavas, o longo quatro portas se traduz num conjunto coeso. Se não víssemos o emblema e a grade, facilmente acreditaríamos se tratar de uma criação feita em algum estúdio vanguardista de design, ou de um grande ‘player’ automotivo de grandes volumes.

01_Kai_IN_DRV_SIDE (2).jpg

Mas a Mazda não pretende abandonar este emblema (ou inventar um outro, premium, como a Infiniti para a Nissan ou Lexus para a Toyota). Na verdade, ela quer ratificar sua imagem de marca importante no cenário mundial (e quem sabe poder aumentar seus preços com isso). Quanto exatamente? “Queremos dar um ‘upgrade’ na marca, não no mercado”, explica o design chefe Kevin Rice. “Isso tem que ser feito passo a passo. Atualmente vemos clientes da BMW comprando Mazda como seus segundos carros”.

 

VEJA MATÉRIA COMPLETA NA CAR 86. EM BREVE NAS BANCAS!

BAIXE O NOVO APP E LEVE UMA EDIÇÃO GRÁTIS! DISPONÍVEL PARA IOS E ANDROID.

OU COMPRE EM NOSSA LOJA ONLINE E RECEBA SUA CAR EM CASA!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s