Car Magazine Car Magazine

A volta do Mach 1

Parece que a indústria automobilística está vivendo mais um momento de nostalgia, já que alguns fabricantes estão reproduzindo, em séries especiais, seus modelos mais icônicos. A Ford entrou na onda, com uma edição especial atual do Match 1

Car

A Ford acaba de anunciar nos Estados Unidos a volta do Mustang Mach 1, revivendo o célebre cupê fastback que fez fama na primeira era dourada dos “muscle cars”, no final da década de 1960. O novo Mach 1 deve ser lançado no mercado norte-americano ainda este ano, como modelo 2021, prometendo aos fãs do esportivo mais vendido do mundo um superdesempenho proporcionado pelo seu V8 de 5,0 litros naturalmente aspirado.

O Mach 1 tem lugar especial na história do carro e, como o original, o novo Mach 1 será fiel à sua herança, trazendo visual diferenciado e alta performance. O carro estreou em 1969 com predicados que fizeram com que ele conquistasse lugar de destaque na linha Mustang. Tinha desempenho e dinâmica aprimorados e usava a suspensão do GT. Nos anos seguintes, o Mach 1 ganhou aperfeiçoamentos em relação ao Mustang GT, além de preço mais acessível que as versões Shelby e Boss.

O Mach 1 retorna como o Mustang com motor de 5,0 litros com melhor desempenho de todos os tempos

O Mach 1 sempre foi o modelo intermediário entre os Mustangs básicos e os modelos Shelby. Do ponto de vista de estilo e dirigibilidade, o Mach 1 conseguia se destacar entre as demais versões da linha Mustang.

Dois anos após sua estreia, em 1971, além de ficar mais longo e largo que o original, o Mach 1 ganhou suspensão de competição e mais opções de motores. Em 1974, passou novamente por grandes mudanças, sendo redesenhado pela primeira vez como um hatchback. Essa geração do Mach 1 foi produzida durante cinco anos e, para melhorar ainda mais a sua dirigibilidade, a Ford oferecia o kit opcional de suspensão “Suspension Rallye”.

O Mach 1 retornou como anos-modelo 2003 e 2004, combinando uma mecânica mais eficiente com elementos nostálgicos de design dos anos 70. Tinha suspensão exclusiva, freios a disco dianteiros Brembo e teve seu desempenho de pista otimizado. O visual também foi melhor cuidado, com a introdução de um spoiler e uma faixa em preto fosco sobre o capô. Agora, 17 anos depois, segundo a montadora, o Mach 1 retorna para ser o Mustang com motor de cinco litros com melhor desempenho de todos os tempos.

Car Magazine Car Magazine