Car Magazine Car Magazine

Accord híbrido chega no segundo semestre

Sedã que chegará ao Brasil no início do segundo semestre será o primeiro Honda híbrido no país

Car

O sedã é um dos três carros híbridos que a marca japonesa planeja lançar no Brasil até 2023, dentro do seu plano de eletrificação para o mercado local e traz a tecnologia e:HEV de dois motores elétricos combinados a um motor 2.0 a combustão. Há três modos principais de operação, dependendo da situação de condução: EV Drive (100% elétrico), Hybrid Drive e Engine Drive. O sistema alterna automaticamente entre eles de forma suave, buscando a máxima eficiência.

Nos modos EV Drive e Hybrid Drive, a tração sempre ocorrerá apenas por meio do motor de tração elétrico de 184 cv e 32,1 kgfm de torque. A única diferença entre eles é se o motor a combustão com 145 cv e 17,8 kgfm de torque, funcionará em conjunto com o motor elétrico gerador, para fornecer energia, ou não. Por se tratar de um motor elétrico de alta potência, a maior parte das condições de rodagem estarão cobertas nestes dois modos de operação.

O sedã é um dos três modelo híbridos que a marca pretende lançar no Brasil até 2023

Como complemento, a Honda possui um terceiro modo, exclusivo da marca, o Engine Drive, que faz uma conexão direta do motor a combustão com as rodas, por meio de um sistema de embreagem. Esse modo é acionado em velocidades mais altas de cruzeiro, quando o motor a combustão trabalha em sua faixa de maior eficiência energética.

A operação do sistema é simples e busca maximizar a eficiência nas diferentes condições de rodagem. O modo EV Drive, 100% elétrico, é utilizado nos momentos em que o motor a combustão não é eficiente, em condições de baixa velocidade, ou de aceleração suave. O motor a combustão, por sua vez, opera no modo Engine Drive, sendo acionado quando trabalha em sua faixa ideal de carga e rotação. O modo Hybrid Drive complementa o funcionamento eficiente do sistema e:HEV e opera entre essas duas condições.

A tecnologia e:HEV combina dois motores elétricos com um motor 2.0 a combustão

Outro diferencial do sistema é a sua interação com o motorista. Uma função chamada seletor de desaceleração foi aplicada ao sistema e:HEV do Accord e permite, por meio dos seletores atrás do volante, controlar o nível de desaceleração do veículo em quatro estágios. Além dos modos Sport e ECON, que alteram a aceleração, essa função de seleção de desaceleração atua especificamente quando o condutor retira o pé do acelerador. O sistema pode ser utilizado como incremento do freio motor quando há um carro à frente, em trechos sinuosos, em uma redução no sinal vermelho ou mesmo em descidas. Com isso, o Accord híbrido consegue alcançar alta eficiência energética de 1,20 MJ/km, com consumo de 17,6 km/l na cidade e 17,1 km/l na estrada, de acordo com o INMETRO.

Externamente, o Accord híbrido ganhou para-choque e grade com desenho mais horizontal, que abriga os novos faróis de neblina em LED e rodas de 17 polegadas com acabamento escurecido. Na traseira o sedã recebeu novo acabamento na parte inferior do para-choque e a identificação e:HEV na tampa do porta-malas.

O interior é sofisticado e recebeu atualizações

Na conectividade, o sistema de áudio agora permite a integração com as tecnologias Apple CarPlay e Android Auto por conexão Bluetooth. Além disso, o carregador por indução no console central está mais potente, com 15 Watts, permitindo mais comodidade aos ocupantes. No banco traseiro os passageiros passam a contar com duas saídas USB adicionais, que permitem a recarga de dispositivos eletrônicos. O quadro de instrumentos também traz novo grafismo, adequado para todas as funcionalidades do sistema híbrido e:HEV, bem como uma nova grafia para os botões no volante, tornando mais prática a operação.

Na segurança, o Honda Sensing foi aprimorado. O modelo traz agora a tecnologia Low Speed Braking Control, que ativa o freio em manobras de baixa velocidade, caso detecte a possibilidade de colisão. Além disso, o assistente de permanência em faixa e o controle de cruzeiro adaptativo trazem um funcionamento ainda mais preciso e intuitivo.

o quadro de instrumentos mostra todas as funcionalidades do sistema híbrido e:HEV

O pacote Sensing traz, ainda, o ACC (Adaptive Cruise Control) com LSF (Low Speed Follow) – controle de cruzeiro adaptativo com ajuste de velocidade, CMBS (Collision Mitigation Braking System) com FCW (Front Collision Warning) – sistema de frenagem para mitigação de colisão –, LKAS (Lane Keeping Assist System) – sistema de assistência de faixa – e o RDM (Road Departure Mitigation System) com LDW (Lane Departure Warning) – sistema para mitigação de evasão de pista.

Outra novidade é a adoção do alerta de uso do banco traseiro, que emite um aviso ao condutor, indicando que algo pode ter sido esquecido no banco de trás, caso as portas tenham sido abertas antes de se iniciar a viagem.

As linhas continuam atuais e agradáveis

Car Magazine Car Magazine