Car Magazine Car Magazine

Alpina XB7, um SAV com jeitão de pista

Car

Cada detalhe do novo BMW Alpina XB7 foi elaborado para proporcionar o máximo de conforto, prazer sensorial e desempenho. O motor, por exemplo, tem potência linear e responsiva em todas as faixas de rotação. Ele foi cuidadosamente calibrado para extrapolar tudo o que se espera de um SAV (Sport Activity Vehicle, denominação criada pela BMW para diferenciar seus SUVs dos demais) com caráter eminentemente esportivo.

Trata-se de um V8 de 4,4 litros, biturbo, com injeção direta e Valvetronic, que produz a potência de 612 cv entre 5.500 rpm e 6.600 rpm, e torque máximo de 60,1 kgfm entre apenas 2000 rpm e 5000 rpm. O SAV precisa de apenas quatro segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e cobre a distância de 1,6 km (uma milha) em apenas 12,6 segundos. A velocidade máxima é limitada a 290 km/h. Esses dados são válidos para quando o carro está equipado com as rodas padrão de 21 polegadas e pneus de alto desempenho. A esse V8 vai acoplada uma transmissão automática de oito marchas que foi projetada de forma a suportar o altíssimo torque gerado pelo motor.

Ele precisa de apenas quatro segundos para acelerar de 0 a 100 km/h

A suspensão é pneumática, com amortecedores específicos da Alpina, e permite um grande equilíbrio entre desempenho e conforto de condução. Elas podem variar até quatro centímetros na altura, dependendo da situação de dirigibilidade e do modo selecionado de condução. Em velocidades abaixo de 30 km/h a distância do solo pode ser aumentada ao máximo para superar ângulos ou rampas desafiadoras.

Ao selecionar o modo Sport, ou em velocidades acima de 160 km/h, a altura da carroceria reduz dois centímetros. Em velocidades acima de 255 km/h, ou ao acionar o modo de condução Sport +, a altura do carro abaixa mais dois centímetros. O XB7 usa, de série, rodas com aro de 21 polegadas calçadas com pneus 285/45 R. Mas como se não bastasse, opcionalmente o SAV pode vir com impensáveis rodas de 23” e pneus 285/35 ZR na dianteira e 325/30 ZR na traseira. Os freios são Brembo, com discos de 393,7 mm x 35,5 mm e pinças de quatro pistões na frente, e discos de 398,7 mm x 27,9 mm com pinças flutuantes na traseira.

O interior continua funcional e sofisticado

No Alpina XB7, a tração nas quatro rodas distribui de maneira variável o torque entre os eixos dianteiro e traseiro, e a direção ativa integral, proporciona melhores respostas e agilidade ao veículo. Ele também eixo traseiro direcional, o que permite que as rodas virem em um ângulo de até 2,3° facilitando manobras, curvas e estabilidade direcional.

O pacote assistance driving inclui detecção de ponto cego, além de avisos de saída de pista, de colisão traseira, de colisão frontal e de pedestre, com a atenuação de colisão. O cruise control ativo tem função Stop & Go e pode ser usado em velocidades de até 200 km/h. Outro componente desse pacote é o assistente de manutenção de faixa com proteção ativa contra colisão lateral, que além de emitir sinais visuais de aviso e fazer vibrar o volante, também usa a intervenção ativa da direção para ajudar a evitar uma colisão. Também conta com o Extended Traffic Jam Assistant — que permite uma condução mais descontraída em velocidades inferiores a 65 km/h durante situações de tráfego congestionado — e o assistente de estacionamento automático.

Car Magazine Car Magazine