Car Magazine Car Magazine

Chegaram as duas primeiras McLaren 765LT

As duas primeiras unidades, de cinco que virão para o Brasil, acabam de desembarcar por aqui. As demais chegam nas próximas semanas, todas já foram vendidas

Car

Totalmente configuradas pelos seus proprietários, as duas unidades já entregues pela McLaren São Paulo se destacam pelas configurações exclusivas que deixaram o modelo ainda mais esportivo e elegante. Nas próximas semanas, chegarão as outras três unidades do total de cinco 765LT que virão para o Brasil, cada uma por valores acima de R$ 5 milhões.

“Todos os cinco McLaren 765LT destinados ao Brasil já foram comercializados”, explica Bruno Bonifacio, Gerente Geral da McLaren São Paulo. A produção do McLaren 765LT foi limitada a 765 exemplares numerados. O modelo é baseado no 720S, líder em sua classe, e ostenta um autêntico foco de pista ao elevar a novos níveis os atributos que diferenciam os LT: engajamento do piloto, dinâmica focada na pista, peso minimizado, aerodinâmica otimizada e maior potência.

A produção do McLaren 765LT foi limitada a 765 exemplares numerados

Os dois modelos já entregues aos clientes brasileiros possuem diferenciais como asa traseira, teto e capô dianteiro em fibra de carbono aparente. Seus proprietários solicitaram também a instalação de roof scoop (tomada de ar na capota), uma solução muito utilizada em carros de corrida para aumentar a captação de ar fresco diretamente para o motor.

O McLaren 765LT com numeração de série “560 of 765” é pintada na cor Papaya Spark (laranja perolizado) e tem acabamento interno em Alcantara preto com detalhes em laranja, como os cintos de segurança, as costuras dos bancos e a marcação “12 horas” no volante. As rodas são pintadas de preto brilhante e as pinças de freio são laranja. No McLaren 765LT “496 of 765”, destaca-se a cor externa Luminaire Green (verde perolizado) formando contraste com as rodas pintadas de cinza grafite acetinado e as pinças de freio em preto brilhante. O interior é totalmente preto. A plaqueta de identificação da série fica no batente da porta esquerda e possui os logos “McLaren” e “765LT” sobre a inscrição “Surrey – England”.

Os dois modelos entregues possuem diferenciais como asa traseira, teto e capô dianteiro em fibra de carbono aparente

O carro vem com motor V8 biturbo de 3.994 cm³ com 765 HP de potência a 7.500 rpm. Ele permite acelerar de 0 a 100 km/h em 2,8 segundos, de 0 a 200 km/h em 7,2 segundos e chegar à velocidade máxima de 330 km/h. O torque máximo é de 800 Nm a 5.500 rpm. O carro tem câmbio sequencial SSG de sete marchas e tração traseira.

Boa parte desse desempenho foi obtido por meio da redução de peso: o carro é 80 kg mais leve que seu modelo-base, o 720S. Para isso, a McLaren fez uso intensivo de materiais leves como fibra de carbono e titânio – este, aplicado no sistema de escape e em detalhes como os parafusos das rodas. Vidros mais finos e janelas de policarbonato estão entre os materiais visíveis usados para diminuir o peso. Com a mesma finalidade, foram eliminados o carpete, a forração do console central (feito em fibra de carbono aparente) e sistemas de ar-condicionado e áudio (solicitados sem custo extra, caso seja o desejo do cliente).

Car Magazine Car Magazine