Car Magazine Car Magazine

City em duas versões

Carro está maior, mais espaçoso, com nova motorização, nas configurações hatch e sedã e será o primeiro modelo produzido no Brasil com a tecnologia de segurança Sensing

Car

De acordo com a Honda, está nascendo a nova família City no Brasil. Sedã e hatch chegam pretendendo conquistar clientes com maiores dimensões, espaço, qualidade, eficiência de consumo e desempenho, segurança e equipamentos. Equipados com motor completamente novo e uma versão otimizada do câmbio CVT, também serão os primeiros modelos da marca produzidos no Brasil a embarcar o Honda Sensing, pacote de equipamentos de segurança e assistência à condução.

Com carroceria mais longa, larga e baixa, tanto no sedã como no hatchback, seu design é valorizado por vincos definidos, faróis e lanternas. Em ambos os modelos, na versão Touring, os faróis são full LED, com luzes indicadoras de direção, fachos baixo e alto, DRL e faróis de neblina em LED. As demais versões contam com DRL de LED e bloco óptico principal com projetor. As lanternas são as mesmas em todas as versões, com LED nas luzes de posição e de freio. As rodas são de liga leve, com aro de 16 polegadas, em todas as versões.

Pré-vendas abertas: vendas somente em janeiro

Na comparação com o City atual, o novo sedã é 53 milímetros mais largo, 94 mm mais comprido e oito milímetros mais baixo. Com 4.549 milímetros, o sedã é o maior do segmento. A empresa destaca que com a versão hatch acontece algo semelhante: ela apresenta a maior relação entre comprimento e largura dentre todos os hatchbacks compactos premium do mercado.

No interior, os bancos dianteiros têm encosto mais fino e correm em trilhos mais espaçados entre si, para otimizar o espaço na região dos joelhos e dos pés de quem viaja atrás. No sedã, o porta-malas tem volume de 519 litros, acima da média do segmento. A versão hatch traz o sistema de modularidade interna Magic Seat com quatro modos de utilização (Utility, Long, Tall e Refresh), que permite acomodar objetos de diferentes dimensões. No modo Utility, por exemplo, o espaço chega a 1.168 litros de volume, superando os 1.045 litros disponíveis no Fit. No que diz respeito ao conforto e ergonomia, ambos receberam o Sistema de Estabilização Corporal, tecnologia antifadiga adotada nos bancos para melhorar o suporte do corpo.

O hatch só chega o ano que vem

No City sedã e hatch, todas as versões (EX, EXL e Touring) trazem botão de partida do motor, sistema de destravamento por proximidade da chave (Smart Entry), ar-condicionado digital, nova central multimídia touchscreen de oito polegadas com Android Auto e Apple CarPlay sem-fio e câmera de ré multivisão.

A partir da versão EXL, estão disponíveis sensores de estacionamento traseiros, bancos revestidos em couro, painel digital TFT de sete polegadas multiconfigurável, ar-condicionado digital e automático e função de travamento das portas por aproximação da chave. A versão Touring conta ainda com sensores de estacionamento dianteiros.

Ambos vêm equipado com o novo quatro-cilindros aspirado de 1,5 litro, 16 válvulas, injeção direta de combustível e duplo comando de válvulas no cabeçote. O sistema i-VTEC (Variable Valve Timing and Lift Electronic Control) prioriza a potência em rotações mais elevadas do motor, enquanto o VTC (Variable Timing Control) controla a sincronização, podendo variar (avançando ou retardando) a sincronização do comando de admissão. A potência máxima é de 126 cv a 6.200 rpm, tanto com etanol como com gasolina.

Interior bem-cuidado do modelo de três volumes

O câmbio CVT, de relação continuamente variável, recebeu mudanças. Segue com a simulação de sete marchas por meio de paddle shifts no volante, mas apresenta duas novidades: o Step-shift e o EDDB (Early Down-shift During Braking). O primeiro atua sob condução esportiva, já o EDDB opera em situações de descida com a aplicação de maior efetividade na ação do freio-motor.

A preocupação com segurança trouxe para a nova família a tecnologia Sensing (disponível para a versão Touring), que reúne vários itens de assistência ao motorista. Baseado nas imagens captadas por uma câmera de visão ampla e de longa distância, instalada na parte central-superior do para-brisa, ele tem cinco funções: ACC (Controle de cruzeiro adaptativo), CMBS (Sistema de frenagem para mitigação de colisão), LKAS (Sistema de assistência de permanência em faixa), RDM (Sistema para mitigação de evasão de pista) e AHB (Ajuste automático de farol).

Além disso, traz ainda diversos outros dispositivos de segurança em todas as versões: assistente de estabilidade e tração (VSA), assistente de partida em rampa (HSA), sistema de luzes de emergência (ESS), seis airbags (frontais, laterais e do tipo cortina), estrutura de deformação progressiva ACE, sistema Isofix para fixação de assentos infantis, alerta de baixa pressão dos pneus, câmera de ré multivisão, entre outros. O LaneWatch, assistente para redução de ponto cego, está disponível nas versões EXL e Touring do sedã e na versão Touring do hatchback.

A pré-venda do sedã já teve início, com as vendas efetivas a partir de janeiro. Já a pré-venda do City hatch começará em janeiro, com conclusão somente em março.

City sedã – Preços
– EX: R$ 108.300,00
– EXL: R$ 114.700,00
– Touring: R$ 123.100,00

Car Magazine Car Magazine