Car Magazine Car Magazine

Futuro de Sebastian Vettel pode ser a Racing Point, futura Aston Martin

Time teria uma opção para quebrar o contrato de longa duração de Sergio Pérez e jornal alemão diz que tetracampeão tem nas mãos uma proposta para 2021.

RaceCar

Apesar de ter afirmado que não veria problema nenhum em voltar para a Red Bull após a saída da Ferrari no fim desta temporada, os indícios apontam que o destino do tetracampeão Sebastian Vettel na temporada 2011 da Fórmula 1 pode ser a Racing Point, que será rebatizada como Aston Martin.

O que era ventilado como rumor virou notícia nesta terça-feira no jornal alemão Bild, que não costuma errar sobre o piloto da casa. De acordo com a publicação, um contrato foi oferecido por parte do dono da Racing Point, Lawrence Stroll. Atualmente, a Racing Point corre com Sergio Pérez e Lance Stroll, filho de Lawrence, ambos com contratos de longa duração.

Isso faria com que a Alemanha não ficasse novamente sem pilotos na Fórmula 1, algo que não acontece desde 1991 – um cenário que poderia ser considerado impossível alguns anos atrás, mas que mostra a velocidade como as coisas mudam no automobilismo mundial.

Apesar de estar bem posicionado no time e ter sido o pivô do processo que fez Stroll assumir o comando da então Force India, Pérez deve ser o piloto sacrificado, uma vez que fontes sugeriram ao jornal que existe uma cláusula no contrato do mexicano que pode permitir ao time realizar uma mudança antes do previsto: a Racing Point deve exercer sua opção pela permanência do piloto até o dia 31 deste mês e compensar Perez com uma boa quantia financeira caso o dispense.

No paddock, as apostas já estão sendo feitas. “Não duvido que Lance seja demitido”, comentou Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, por onde Vettel correu por seis temporadas e somou quatro títulos`, em entrevista à Sky Sports inglesa.

Já Gerhard Berger, lendário ex-piloto que trabalhou com Vettel na Toro Rosso em 2008, afirmou na Servus TV que o boato deve ser verdade: “Do jeito que as coisas estão sendo comentados no paddock, esse assunto já deve ter sido resolvido entre as partes. Posso ver Sebastian correndo pela Racing Point. Seria sua única alternativa para brigar por vitórias.”

Por outro lado, da parte da Racing Point, a política é dizer que nada é verdade. “É incrível que todos pensem que um tetracampeão possa vir ao nosso time, mas dizem isso por termos um carro melhor neste ano. Temos longos contratos com nossos pilotos, então, logicamente, não temos espaço”, desconversou o chefe da equipe, Otmar Szafnauer .

Mais capítulos deste episódio descobriremos durante o GP da Hungria neste fim de semana.

Car Magazine Car Magazine