Car Magazine Car Magazine

Hamilton dá show na chuva, coloca 1s2 em Verstappen e faz a pole para o GP da Estíria

Água é protagonista do dia, cancelando o último treino e atrasando a classificação; Sainz coloca McLaren em terceiro e Vettel é melhor Ferrari em décimo.

RaceCar

Faça chuva ou faça sol, a Mercedes se sobressai na F1. No dilúvio que marcou o sábado no Red Bull Ring – cancelando o último treino livre e atrasando o início da classificação para o GP da Estíria em 46 minutos – Lewis Hamilton colocou mais de um segundo em seu rival mais próximo, que é um dos melhores pilotos de pista molhada, Max Verstappen, que perdeu o controle do carro em sua última tentativa de volta rápida e arruinou suas chances.

“Eu amo dias assim, me faz lembrar os velhos tempos” – Lewis Hamilton

Outro destaque da sessão foi o ótimo terceiro lugar no grid de Carlos Sainz, fazendo a McLaren partir da segunda fila em seu segundo GP seguido, com o atual líder do campeonato, pole e vencedor da semana passada, Valtteri Bottas, fechando o G4 com a outra Flecha Negra da Mercedes, que viu seu ex-terceiro piloto, Esteban Ocon, colocar a Renault em quinto em um Q3 que viu a chuva apertar, ao contrário do Q2, quando o asfalto do circuito austríaco chegou até a ter um esboço de trilho.

Terceiro colocado na corrida da semana passada, Lando Norris completou a lista dos seis primeiros na pista com o segundo McLaren, mas recebeu uma punição de três posições por não respeitar uma bandeira amarela no TL1, caindo para nono, atrás da Red Bull de Alex Albon, a Alpha Tauri de Pierre Gasly (em ótima apresentação, enquanto seu companheiro Daniil Kvyat ficou em 14º), e da Renault de Daniel Ricciardo, com a melhor Ferrari da sessão, de Sebastian Vettel, partindo em um apagado décimo lugar.

“A visibilidade estava horrível. Mesmo que você estivesse seis segundos atrás, não dava para ver as zonas de frenagem” – Max Verstappen

Charles Leclerc, na outra Ferrari, caiu na degola do Q2 após ir para a pista quando a chuva voltara a se intensificar e sairá em 11º, ao lado de mais uma surpresa provocada pela chuva: George Russell, que colocou a Williams na segunda parte do treino pela primeira vez desde 2018. E o caldo pode piorar, pois Leclerc está sendo investigado por não respeitar a bandeira vermelha e atrapalhar outros carros. Por fim, a sessão contou com dois acidentes: Romain Grosjean, da Haas, e Antonio Giovinazzi, da Alfa Romeo, que ficaram relegados à 20ª e 19ª posições, respectivamente.

“O clima estava incrivelmente difícil para todos nós e muitas vezes você nem conseguia enxergar onde estava indo. E eu tive um grande momento, acho que na penúltima volta tive uma grande aquaplanagem, que deixou meu coração na boca, mas eu fui capaz de melhorar na volta seguinte, que foi bacana e limpa. Eu amo dias assim, me lembra dos velhos tempos”, comentou Hamilton.

“Foi uma sessão difícil para nós” – Sebastian Vettel

“Creio que foi uma boa classificação no geral, mas estava chovendo muito mais no Q3 e tivemos muito mais dificuldades quando a pista ficou realmente molhada. Estava bem complicado. A última volta foi boa, mas não o bastante para bater Hamilton. A visibilidade estava horrível. Mesmo que você estivesse 6s atrás, não dava para ver as zonas de frenagem. Acredito que na pista seca temos uma boa chance”, ressaltou Verstappen.

“Estou muito feliz em ficar em terceiro no grid pela primeira vez na carreira. Foi incrível, especialmente porque a classificação foi a mais difícil que já tive. Havia tanta aquaplanagem, foi uma loucura. Estamos confiantes para amanhã. Vou ter Alex e Valtteri atrás, então as primeiras voltas vão ser difíceis, mas espero que consiga estar meu ritmo”, analisou Sainz.

“Foi uma sessão difícil para nós. Tivemos dificuldade para fazer os pneus funcionarem. Precisamos dar uma olhada e ver o motivo. Aquaplanei muito no fim do Q2 e no Q3”, lamentou Vettel.

A segunda etapa da temporada 2020 está marcada para as 10h10 de amanhã, com transmissão ao vivo da Rede Globo e do Globoplay na TV, e da Rádio BandNews.

GRID DE LARGADA PARA O GP DA ESTÍRIA

1. Lewis Hamilton, Mercedes, 1m19.273s
2. Max Verstappen, Red Bull/Honda, 1m20.489s
3. Carlos Sainz Jr., McLaren/Renault, 1m20.671s
4. Valtteri Bottas, Mercedes, 1m20.701s
5. Esteban Ocon, Renault 1m20.922s
6. Alexander Albon, Red Bull/Honda, 1m21.011s
7. Pierre Gasly, AlphaTauri/Honda, 1m21.028s
8. Daniel Ricciardo, Renault 1m21.192s
9 Lando Norris McLaren/Renault, 1m20.925s
10. Sebastian Vettel, Ferrari, 1m21.651s
11. Charles Leclerc, Ferrari, 1m19.628s
12. George Russell, Williams/Mercedes, 1m19.636s
13. Lance Stroll, Racing Point/Mercedes, 1m19.645s
14. Daniil Kvyat, AlphaTauri/Honda, 1m19.717s
15. Kevin Magnussen, Haas/Ferrari, 1m20.211s
16. Kimi Raikkonen, Alfa Romeo/Ferrari, 1m21.372s
17. Sergio Perez, Racing Point/Mercedes, 1m21.607s
18. Nicholas Latifi, Williams/Mercedes, 1m21.759s
19 Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo/Ferrari, 1m21.831s
20. Romain Grosjean, Haas/Ferrari, sem tempo

O SÁBADO EM IMAGENS

Car Magazine Car Magazine