Car Magazine Car Magazine

Híbrido, mas com esportividade

A Volvo avança com a oferta de mais um modelo eletrificado, mas desta vez privilegiando o consumidor que também quer um alto nível de sofisticação e grande desempenho

CarVolvo CX90 T8 R-Design

XC90, reconhecido como um dos veículos mais modernos do mundo, e responsável pela transição da marca, que teve início em 2015, ganhou mais uma versão híbrida plug-in, porém, agora, com um apelo esportivo, a R-Design. Com essa nova opção, a marca passa a comercializar no mercado nacional uma ampla linha de híbridos plug-in do segmento premium. São três modelos em seis versões eletrificadas: XC60 T8 R-Design e Inscription, S90 T8 Inscription e XC90 T8 Inscription, R-Design e Excellence. A empresa afirma que tem o compromisso de, a partir de 2019, equipar todo novo Volvo lançado no mundo com um motor elétrico.

Ele recebeu para-choques dianteiro e traseiro exclusivos, assim como a grade preta R-Design, mas o que chama a atenção e tem muito peso no visual do carro são as enormes rodas com aro de 22 polegadas. Completam o pacote exterior duas novas cores: Passion Red e Bursting Blue. O conjunto ótico Full LED é programado para evitar o ofuscamento da visão dos motoristas que vêm em sentido contrário, mudando automaticamente o feixe de luz. Há também nivelamento automático do farol de acordo com o número de ocupantes e a carga do veículo, além do DRL e da tecnologia Automatic Bending Lights (ABL), que direciona os faróis automaticamente em até 30º para os lados, facilitando a visão nas curvas.

O interior segue o alto padrão de acabamento Volvo, com volante e assentos revestidos de couro e nobuck, que são próprios da versão. Destaque para os detalhes de fibra de carbono no painel de instrumentos e console da cabine, jogo de tapetes de carpete alusivos à versão, além de chave R-Design com controle remoto integrado e função de memória.

Como símbolo máximo de sofisticação, a manopla do câmbio é feita de cristal sueco; além disso, os bancos dianteiros contam com aquecimento, regulagens elétricas de posição, de ajuste lateral, para a lombar, de extensão e memória. Ele também traz o Head Up Display, que projeta as principais informações do painel à frente do motorista, e teto solar panorâmico elétrico. Um destaque desse SUV é o sistema de áudio Bowers & Wilkins. São 1.400 watts, 19 alto-falantes – com um dos primeiros subwoofers air-ventilated instalados em um carro – e um software de processamento de áudio de última geração que simula, dentre outros ambientes, a sala de concerto da Orquestra Filarmônica de Gotemburgo.

Esse SUV híbrido é movido por um conjunto composto pelo motor de quatro cilindros de 2,0 litros turbo a gasolina, que gera 320 cv de potência e o “absurdo” torque de 62,2 kgfm (isso é coisa de caminhão), combinado a um propulsor elétrico de 87 cv, alimentado por uma bateria de íons de lítio de alta capacidade (10,4 Kwh). No total, são 407 cv que estão à disposição do câmbio automático de oito marchas para serem enviados para o sistema de tração nas quatro rodas.

De acordo com os dados de fábrica, os 2.319 quilos do XC90 T8 R-Design são catapultados de 0 a 100 km/h em 5,6 segundos e ele atinge a velocidade máxima de 230 km/h. O consumo de gasolina aferido pelo Inmetro classifica o R-Design com a nota “A” tanto na Categoria quanto no Geral, apontando médias de 15,5 km/l na cidade e 17,4 km/l na estrada. A carga total da bateria é feita em três horas, considerando uma tomada de 220 V e 16 A. É possível carregar o veículo com tomadas de menor amperagem, no entanto, o tempo de recarga é maior.

A bateria vai instalada na área central do carro, ao longo do túnel, para não comprometer o espaço dos passageiros e a distribuição de peso do veículo. Ela proporciona até 40 quilômetros de autonomia no modo elétrico (Pure) e, caso fique sem carga no meio do percurso, o motor a gasolina passa a mover o carro, recarregando-a. A alavanca de câmbio na posição B auxilia na frenagem pelo freio-motor elétrico com o objetivo de recuperar e transmitir energia para carregar a bateria ou para uso imediato.

O painel digital de 12,3 polegadas incorpora a indicação do modo de condução, nível de regeneração de energia, quantidade de carga da bateria e horário em que ela estará 100% carregada. A tela central de nove polegadas também agrega informações que possibilitam ao condutor observar em gráficos o funcionamento do sistema híbrido, no que se refere à utilização dos motores elétrico e a combustão, seus respectivos consumos e a regeneração de energia entre esses componentes. Essa tela apresenta outras duas funções: a tecla Hold, que permite ao condutor “guardar” a energia da bateria para uso posterior – na cidade, por exemplo; e a tecla Charge, que recarrega a bateria utilizando o motor a combustão.

O XC90 T8 tem seis modos de condução: o Pure proporciona economia para uso urbano e utiliza 100% o motor elétrico; o Hybrid é programado para utilizar ambos os motores e entregar a melhor relação entre performance e consumo; o Power garante uma tocada esportiva; o AWD assegura tração permanente conforme demanda específica; o Off-road envolve o controle de descida em declives (HDC) e a elevação da suspensão em 40 mm é ideal para percursos fora de estrada em velocidades de até 40 km/h; e o Individual permite ao condutor escolher, entre uma série de parâmetros, a sua forma de dirigir.

Todos os equipamentos são de série no SUV, como os sistemas de Alerta de Mudança de Faixa, de Alerta ao Motorista, Park Assist, Câmera 360°, assistente de condução Pilot Assist e
Controle de Cruzeiro Adaptativo (ACC), entre outros.

No geral, o XC90 T8 R-Design é um carro agradabilíssimo de dirigir. Silencioso, com ótimo nível de conforto e sofisticação e uma boa dirigibilidade proporcionada pelo chassi Four-C com sistema de suspensão por bolsas de ar. Isso habilita o motorista a ajustar, nos modos de condução, a altura mais adequada de rodagem e a altura da carroceria, que pode ser acertada para funções específicas, como a de carga do porta-malas. Há que se acostumar, e isso é fácil, com seus cinco metros de comprimento.

Volvo CX90 T8 R-Design
>Preço R$ R$ 429.950
>À venda Disponível
>Motor Quatro cil., T8, 1.969 cm3, híbrido, 407 cv a 5.700 rpm e torque máximo de 65,2 kgfm entre 2.200 e 5.400 rpm (gas./elétrico)
>Transmissão Automática, com oito marchas, tração eAWD
>Suspensão A ar, dianteira independente com braços sobrepostos; traseira com eixo integral
>Comp. / largura / altura 4.950 / 2.008 / 1.776 mm
>Peso / material 2.319 kg / aço

 

Car Magazine Car Magazine