Car Magazine Car Magazine

Match 1, enfim a versão definitiva

Ford apresenta a versão final do novo Mustang Mach 1, edição especial limitada que voltará a ser vendida nos Estados Unidos no segundo trimestre de 2021

Car

O novo Mach 1 traz motor V8, aprimoramentos na aerodinâmica, na suspensão e no cockpit, além de visual exclusivo. O Mach 1 anunciado, é o Mustang com motor V8 de 5,0 litros mais capacitado para as pistas de todos os tempos, isso graças a uma nova frente e peças da Ford Performance, que foram “emprestadas” dos modelos Mustang Shelby GT350 e Shelby GT500, além de um pacote especial de dirigibilidade.

Equipado com motor V8, foi especialmente calibrado e ostenta mais de 480 cv de potência a 7.000 rpm e 58 kgfm de torque a 4.600 rpm, ele é uma justa homenagem ao modelo nascido há mais de 50 anos. Do Shelby GT350 ele herdou itens como, o coletor de admissão e o radiador de óleo do motor com 50% mais capacidade de arrefecimento.

Essa versão incorpora décadas de aprendizado da Ford Performance, incluindo uma frente mais aerodinâmica exclusiva. O coletor de admissão, a transmissão manual Tremec 3160 de seis velocidades, equipada pela primeira vez com o “rev-matching” (que eleva automaticamente as rotações do motor nas reduções de marchas) e o radiador de óleo, foram itens recebidos do Shelby GT350 (com 50% mais capacidade de arrefecimento). Do Mustang GT vieram a embreagem de disco duplo e as relações de marchas mais curtas.

Frente redesenhada com foco na aerodinâmica

Haverá também a opção da transmissão automática SelectShift de 10 velocidades, com conversor de torque e calibração exclusiva para maior performance. Um segundo resfriador de óleo a ar aumenta em 75% a capacidade de arrefecimento.

As rodas pretas de alumínio, de 19 x 9,5 polegadas na frente e 19 x 10 polegadas na traseira são uma versão moderna dos modelos clássicos estilo Magnum 500. O pacote Handling – disponível exclusivamente com a transmissão manual Tremec 3160 de seis velocidades – inclui rodas de 19 x 10,5 polegadas e 19 x 11 polegadas e spoiler dianteiro que proporciona maior downforce.

As opções de cores da carroceria são cinza Fighter Jet, prata Iconic, preto Shadow, branco Oxford, azul Velocity, laranja Twister, vermelho Race e amarelo Grabber, todas com faixas em preto fosco e listras contrastantes em vermelho, branco e laranja nas laterais e no capô.
O interior recebeu painel de instrumentos exclusivo com detalhes em alumínio e emblema entalhado com o número do chassi do veículo. Os bancos de couro preto trazem uma faixa laranja contrastante, herança Mach 1.

Itens da Ford Performance foram “emprestados” dos modelos Mustang Shelby GT350 e Shelby GT500

O Mach 1 tem um design dianteiro com novas grades dianteiras e laterais que contribuem para um visual diferenciado e novas exigências aerodinâmicas e de refrigeração. O spoiler dianteiro, que melhora o desempenho na pista, trabalha em conjunto com o aerofólio traseiro para proporcionar o equilíbrio dinâmico ideal. O Mach 1 tem downforce 22% maior que o Mustang GT com Pacote de Performance Nível 1. Com o Pacote Handling essa diferença pode chegar chega a 150%.

Para melhorar sua resistência em longos períodos de exigência foram adicionados dois trocadores de calor laterais – um para resfriar o óleo do motor e outro para o óleo de transmissão –, além do sistema de refrigeração do eixo traseiro e do difusor inferior que vieram do Shelby GT500.

O novo fundo do assoalho, provavelmente, foi a atualização aerodinâmica mais importante do veículo. Avançando 20 polegadas a mais para trás que no do Mustang GT Performance Pack, ele suaviza e melhora o fluxo de ar sob o carro. As abas laterais sob as portas aumentam a força descendente e auxiliam no resfriamento dos freios.

Para melhorar sua dirigibilidade, o Mach 1 ganhou uma nova calibração da suspensão MagneRide, direção elétrica com GT Performance Pack nível 2, pneus Michelin PS4 e subquadro traseiro com buchas mais rígidas.

 

Car Magazine Car Magazine