Car Magazine Car Magazine

Pequenos só no nome

Andamos nos novos JCW Countryman e Clubman, respectivamente crossover e perua da marca Mini. Pode-se dizer que essas versões já existiam e que passaram por ligeiras modificações? Nada disso, mas imagine só esses “carrinhos” com mais de 300 cv; pois é, eles não estão para brincadeira

CarMini Cooper

A Mini acaba de apresentar a sua nova linha John Cooper Works, composta pelos modelos Cooper, Cooper Cabrio, Clubman e Countryman. Mas as grandes novidades do lançamento foram os dois últimos, que tivemos a oportunidade de avaliar na pista da Fazenda Capuava, interior de São Paulo. Ativemo-nos aos modelos de maior porte porque eles acabaram de receber a motorização mais potente que já equipou um carro da marca em toda a sua história. São 306 cv à disposição dos “carrinhos”, que agora já passaram de minis.

Na ocasião, foi possível conferir toda a esportividade, excelentes acelerações e ótima capacidade de frenagem do Countryman e do Clubman, além da estabilidade nas curvas dos dois modelos, que têm configurações diferentes. Com certeza, o grande astro do evento — apesar do ótimo conjunto dos carros — foi o novo motor, o mesmo que impulsiona vários modelos BMW, grupo ao qual pertence a marca britânica.

O Clubman é 10 mm mais baixo e tem ajuste de suspensão mais esportivo. Ele inspira uma condução mais arrojada, mas tem uma tendência a sair de frente, no que é corrigido pelo controle de estabilidadeEle tem quatro cilindros em linha, bloco e cabeçote em alumínio, 2,0 litros, 16 válvulas e duplo comando de válvulas acionado por corrente com variação de fase na admissão e escapamento. O turbocompressor é de dupla voluta, e a potência máxima é alcançada entre 5.000 e 6.250 rpm. O torque máximo de 45,9 kgfm já está disponível a 1.750 rpm e permanece estável até as 4.500 rpm. O câmbio destinado às duas versões é o Steptronic de oito marchas, que transmite a potência do motor para o solo por meio da transmissão integral permanente — denominada pela marca de ALL4.

John Cooper Works Clubman ALL4

O Clubman será comercializado apenas na versão John Cooper Works, ao contrário do Contryman, que tem cinco opções de acabamento. O Clubman é 10 mm mais baixo que o Countryman e tem ajuste de suspensão mais esportivo. Essa característica induz a uma condução mais ousada, que identifica uma propensão a sair de frente nas curvas contornadas rapidamente, tendência prontamente corrigida pelo controle de estabilidade. Muito divertido.

A tração integral ALL4 possui ajuste eletrônico e, além de transmitir a sensação de segurança, garante ótima estabilidade e confiabilidade nas curvas. Reagindo com rapidez e precisão em diferentes situações de dirigibilidade, ela é composta por um blocante do diferencial dianteiro mecânico (torsen), um eixo de transmissão direcionado ao eixo traseiro e uma embreagem controlada eletronicamente, capaz de enviar a dose exata de tração para as rodas traseiras quando necessário. O Controle Eletrônico de Estabilidade (DSC) é o responsável por detectar a necessidade de demanda da distribuição de força, assim, a ALL4 é capaz de otimizar a tração e a estabilidade em condições adversas e permitir maior agilidade em curvas.

Mini Cooper

A exemplo de outros modelos, ele conta com três modos de condução. No Green, o comportamento é mais tranquilo, com trocas de marca em baixas rotações, e a suspensão fica mais branda. Obviamente, privilegia a economia de combustível. No Mid, o comportamento se altera um pouco, mas é voltado para uma condução diária, mais confortável. Na posição Sport, as coisas mudam de figura; é outro carro. O ronco fica mais grave, o comportamento, mais ágil, a suspensão se torna mais rígida e a aceleração muda completamente; aparecem em sua plenitude os 306 cv de potência, fazendo o motorista grudar no banco. Apesar de o conjunto mecânico ter que arcar com os 1.550 quilos do carro, a sua aceleração de 0 a 100 km/h é de apenas 4,9 segundos.

John Cooper Works Countryman ALL4

Diferentemente do Clubman, ele tem suspensão dianteira com amortecedores ajustáveis eletronicamente, coordenados com o modo de condução Sport, condição em que a curva do pedal de acelerador e o esforço da direção também são alterados. Apesar de ligeiramente mais alto, o Countryman tem um comportamento dinâmico mais simples de controlar nas curvas da pista, mesmo que apresente uma rolagem de carroceria mais acentuada. Tem uma pegada menos arrojada e é mais voltado para o conforto da família.

Carros que andam muito precisam de freios com alta capacidade de frenagem, e isso sobra nos dois carros. Ambos receberam freios a disco ventilados nas quatro rodas, sendo os dianteiros de 360 mm de diâmetro e os traseiros, de 330 mm. As pinças de freio são de alumínio, o que ajuda na redução do peso do carro.

Mini Cooper

O Countryman tem suspensão dianteira com amortecedores ajustáveis eletronicamente, coordenados com o modo de condução Sport, condição em que a curva do pedal de acelerador e o esforço da direção também são alterados

Ainda que pareçam praticamente idênticos, eles têm diferenças de tamanho e peso. O Countryman é 33 mm mais longo, 22 mm mais largo e 116 mm mais alto que o Clubman. Também pesa 50 quilos a mais — 1.600 kg contra 1.550 kg. O desempenho é praticamente igual: ele acelera de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos.

O modelo se destaca ainda por sua tecnologia embarcada. O sistema Connected /
Connected XL oferece um conjunto de funcionalidades e ainda é conectado à internet. Esta tecnologia permite a obtenção de informações sobre condições de trânsito em tempo real por meio do Pacote Connected Navigation Plus, bem como o acesso a serviços de alerta de manutenção de componentes (Teleservices) e de Concierge, como reservas de hotéis e recomendações de restaurantes, além de Chamada de Emergência Inteligente.

O sistema de navegação e entretenimento é visualizado por meio da tela multimídia touchscreen com 8,8 polegadas e pode ser gerenciado pelo Touch Controller. Outro recurso adicional ao amplo cardápio de inovações disponíveis no modelo é a preparação para Apple Car Play, em que é possível transferir a interface de alguns recursos do iPhone para o sistema de infotainment do veículo com a ajuda de conexão sem fio (wireless).

Ambos são ótimos e divertidos, mas o Countryman é ligeiramente mais agradável. Ou mais simples de ser conduzido rapidamente. Ele apresenta o melhor compromisso entre esportividade e o conforto de rodagem que uma família necessita.

Mini JCW Countryman ALL4 / Clubman ALL4
Preço R$ 239.990 (Country) e R$ 219.990 (Club)
À venda Disponível
Motor Quatro cil. em linha, 1.998 cm3, turbo, potência máxima de 306 cv entre 5.000 e 6.250 rpm, torque máximo de 45,9 kgfm entre 1.750 e 4.500 rpm (gasolina)
Transmissão Automática Steptronic com oito marchas, tração integral permanente
Desempenho 0 a 100 km/h em 5,1 s (Country) e 4,9 s (Club) e velocidade máxima de 250 km/h
Suspensão Dianteira independente com ajuste eletrônico; traseira multilink (Country); Dianteira independente tipo McPherson; traseira multilink (Club)
Comp. / largura / altura 4.299 / 1.822 / 1.557 mm (Country) — 4.266 / 1.800 / 1.441 mm (Club)
Peso / material 1.600 kg (Country) / 1.550 kg (Club) / Aço

Car Magazine Car Magazine