Car Magazine Car Magazine

Miura e Countach alcançam preços recordes na Sotheby’s Paris

No leilão da RM-Sotheby's ocorrido em Paris, em fevereiro, dois dos carros históricos mais icônicos da Automobili Lamborghini foram leiloados a preços recordes

Car

Os modelos vendidos pela famosa casa de leilões foram um Miura SV, 1971, e um Countach LP 400 de 1977. Ambos os carros tiveram uma história conturbada, com várias mudanças mecânicas e estéticas ao longo dos anos. Os principais especialistas da marca os restauraram recentemente e, no caso do Miura SV, também recebeu a cobiçada certificação emitida pela Lamborghini Polo Storico.

“Este é um resultado agradável, mas não surpreendente, já que confirma uma tendência clara”, disse Paolo Gabrielli, chefe de pós-venda da Automobili Lamborghini, que supervisiona o Polo Storico. “Lamborghinis históricos são de interesse crescente para os principais colecionadores do mundo, que procuram a máxima originalidade em seus carros. O programa de restauro do Polo Storico, com o apoio dos principais especialistas independentes por meio do fornecimento de orientações, documentos e peças sobressalentes originais, permite obter restauros do mais alto nível e qualidade, apreciados pelos colecionadores e, consequentemente, pelo mercado.”

Lamborghini Countach LP 400

O Miura SV, certificado pelo Polo Storico, um dos 150 carros produzidos, primeiro foi convertido para o “tipo Jota” e depois restaurado ao acabamento original. Ele arrecadou mais de R$ 16 milhões (€ 2.423.750), o segundo maior valor de sempre para um Miura SV, perdendo apenas para um modelo vendido pela Gooding & Co., em Londres, em setembro passado.

O Countach LP 400, que pertenceu ao cantor Rod Stewart, e teve uma produção de somente 157 exemplares e também foi vítima de várias transformações (incluindo a remoção do teto), antes de ser restaurado às suas especificações originais, arrematou R$ 5,1 milhões (€ 775.000) no leilão. Também houve excelentes resultados para os outros Lamborghinis oferecidos, com o 400 GT 2 + 2, de 1967, por R$ 3,161 milhões (€ 477.500); o Espada, de 1968, por R$ 1,145 milhão (€ 173.000) e um Murciélago LP 640-4 Versace “E-Gear”, mais recente, por R$ 990 mil (€ 149.500).

Car Magazine Car Magazine