Car Magazine Car Magazine

O super Wrangler Rubicon 392

O motor V8, que não era usado em um Jeep desde 1981, volta nesse modelo conceito apresentado pela marca

Car

A última vez que um veículo da fabricante esteve disponível com um motor V8 foi no Jeep CJ de 1981, equipado com um propulsor V8 de 5,0 litros, 125 cv de potência e 30,4 kgfm de torque. E foi baseada nessa experiência, e na solicitação de alguns aficionados por esses off-roads, que a Jeep mostrou o conceito Wrangler Rubicon 392.

Em princípio o Wrangler Rubicon 392, virá equipado com um V8 de 6,4 litros, bem ao gosto dos americanos, que fornece 450 cv de potência e 62,2 kgfm de torque. O câmbio é de oito marchas e ele acelera de 0 a 100 km/h em menos de cinco segundos. Tem eixos Dana 44, transmissão integral de dupla velocidade, diferenciais blocantes elétricos dianteiro e traseiro, pneus off-road em rodas de aro 17” e kit de de elevação Jeep Performance Parts 2 da Mopar.

A capota é mais elevada, os painéis laterais são removíveis e as meias-portas são personalizadas

O kit de elevação permite uma articulação de suspensão adicional e ângulos melhorados de entrada e saída. O Rubicon 392 também vem com protetores para pedras Rubicon, para-choques de aço com guincho Warn e uma placa de aço – para facilitar a transposição de terrenos difíceis.

O novo Jeep tem pintura externa em Granito Crystal e ganchos de reboque, emblemas, molas, amortecedores e rodas em bronze. A capota é mais elevada, com painéis laterais removíveis, além do teto solar retrátil e meias-portas personalizadas. No interior, os bancos são em couro Vermelho Rock com costura dourada, e o volante é esportivo.

Car Magazine Car Magazine