Car Magazine Car Magazine

Pirelli escolhe os pneus mais duros para o GP da Espanha

Embora todas as equipes tenham testado em Barcelona em fevereiro e março, deve haver um aumento dramático de temperatura neste fim de semana no auge do verão.

RaceCar

Como acontece em toda semana de corrida, a Pirelli envia à CAR Magazine um material exclusivo sobre os pneus que serão utilizadas e as características tanto deles quanto do circuito em questão – neste caso, o tradicionalíssimo Circuito da Catalunha. E, como os pneus vêm sendo o assunto do momento, abrimos espaço para a própria fabricante explicar detalhe por detalhe.

POR QUE ESCOLHEMOS OS PNEUS

  • O Grande Prêmio da Espanha é realizado no local familiar do Circuito da Catalunha, mas no calor de meados de agosto pela primeira vez. Os três compostos mais duros da gama de pneus da F-1 foram selecionados: C1 como P Zero branco duro, C2 como P Zero amarelo médio e C3 como P Zero vermelho macio.
  • Esta foi a mesma escolha de compostos do ano passado, porque além de ser muito quente no verão, o circuito de Montmeló é sempre um grande desafio para os pneus em qualquer época do ano. A principal razão para isso são as curvas de alta energia, como a três, que geram forças G consideráveis.

CARACTERÍSTICAS DA PISTA

  • Embora todas as equipes tenham testado em Barcelona em fevereiro e março, deve haver um aumento dramático de temperatura neste fim de semana no auge do verão.
  • O Circuito da Catalunha foi reasfaltado há dois anos, mas a pista amadureceu progressivamente desde então, deixando a superfície mais alinhada com o que costumava ser.
  • Todos, exceto um dos pilotos, pararam para troca de pneus duas vezes no ano passado em uma corrida que foi afetada por um longo período de safety car no final. Havia quatro estratégias diferentes entre os cinco primeiros, em uma corrida em meados de maio com temperaturas de pista superiores a 40 graus.

MARIO ISOLA – GERENTE MUNDIAL DE MOTORSPORT DA PIRELLI

“Barcelona conclui a segunda etapa tripla na sequência desta intensa temporada até o momento. Embora seja a terceira vez que as equipes pilotam no Circuito da Catalunha este ano, após os dois testes de pré-temporada, as condições que encontrarão provavelmente serão muito diferentes: tanto por causa do clima quente, quanto por todas as melhorias feitas nos carros desde os testes de inverno. As altas temperaturas esperadas em meados de agosto aumentarão a degradação térmica em uma pista já conhecida por ser dura com os pneus, por isso será particularmente importante gerenciá-los e controlar qualquer superaquecimento que afete a tração. Os treinos livres serão cruciais para estabelecer com precisão o comportamento dos pneus nessas circunstâncias desafiadoras. Com os carros atuais sendo mais rápidos do que nunca, como Silverstone confirmou recentemente, e o Grande Prêmio da Espanha nunca ocorrendo em agosto antes, esta deve ser a corrida mais exigente para os pneus que vimos no local”.

OS PNEUS ESCOLHIDOS PARA ESTA TEMPORADA

Car Magazine Car Magazine