Car Magazine Car Magazine

Próxima geração Mercedes-AMG virá com turbocompressor elétrico

Car

O futuro da Mercedes-AMG está se tornando cada vez mais elétrico e, como parte disso, os engenheiros de Affalterbach estão trabalhando intensamente em tecnologias inovadoras que levarão o desempenho dos automóveis a um novo nível. A próxima geração dos seus veículos verá a implantação do turbocompressor com acionamento elétrico.

Avançando com a eletrificação por meio de conceitos inovadores, ela se beneficia do know-how adquirido no automobilismo. A mais recente conquista, que já em estágio final de desenvolvimento, é o turbocompressor dos gases de escapamento de acionamento elétrico, que no futuro será usado pela primeira vez em um modelo de produção em série da empresa.

O motor elétrico elimina o turbo lag

Desenvolvida em parceria com a Garrett Motion, a tecnologia vem diretamente da Fórmula 1 e resolve os objetivos conflitantes que há entre um turbocompressor pequeno, de reação rápida mas que atinge um pico de desempenho relativamente baixo, e um turbocompressor grande, com um pico de desempenho alto, mas que por outro lado pode ocasionar o turbo lag.

O destaque deste inovador sistema de turboalimentação é um pequeno motor elétrico, medindo cerca de 4 centímetros, que vai integrado diretamente ao eixo do carregador entre a turbina no lado do escapamento e a turbina do compressor no lado do ar fresco. O motor elétrico, controlado eletronicamente, aciona o compressor antes de receber o fluxo dos gases de escape. A eletrificação do turbocompressor melhora significativamente uma resposta imediata em todas as faixas de rotação do motor. O chamado turbo lag — a resposta defasada do turbocompressor convencional — é eliminado pelo motor elétrico.

O resultado é que o motor a combustão responde ainda mais espontaneamente ao acionamento do pedal do acelerador, e a sensação de direção fica mais dinâmica e ágil. Além disso, assistência elétrica do turbocompressor proporciona um torque mais alto nas baixas rotações do motor, o que aumenta a agilidade e otimiza a capacidade de aceleração de forma ininterrupta. Mesmo quando o motorista tira o pé do acelerador ou aciona os freios, o turbocompressor elétrico é capaz de manter a pressão do boost, garantindo uma resposta direta e contínua. O turbocompressor atinge velocidades de até 170.000 rpm, o que permite uma taxa muito alta de fluxo de ar. Ele é acionado por meio de um sistema elétrico de 48 volts.

Car Magazine Car Magazine