Car Magazine Car Magazine

Pulse terá o motor 1.0 turbo mais potente do Brasil

Fiat promete propulsor com melhor performance, consumo, torque e aceleração entre seus principais concorrentes com a mesma motorização

Car

Isso o que apontam os números de performance do mais novo motor da Stellantis que estreia no Pulse. A marca trouxe para o seu primeiro SUV desenvolvido e produzido no país o motor Turbo 200 Flex, que gera 130 cv de potência máxima abastecido com etanol (125 cv com gasolina), sendo o motor 1.0 turbo mais potente de sua categoria no Brasil. A performance se estende também para o torque máximo, que atinge 20,4 kgfm a 1.750 rpm tanto com etanol quanto com gasolina.

Esses números foram possíveis graças a itens como o uso do turbocompressor com wastegate eletrônica, da injeção direta de combustível e do sistema MultiAir III, que possibilita um controle mais flexível e eficiente das válvulas de admissão. As tecnologias são as mesmas do motor Turbo 270 Flex, que equipa a Fiat Toro e o Jeep Compass.

O Turbo 200 Flex gera 130/125 cv de potência (etan./gas.) e tem torque máximo de 20,4 kgfm a 1.750 rpm

Outro destaque do Turbo 200 Flex diz respeito à aceleração. O SUV acelera de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos, o que representa o menor tempo comparado aos seus principais concorrentes. Acoplado a ele está o câmbio automático continuamente variável (CVT) de sete marchas simuladas. De acordo com a Fiat, carro também entrega o melhor consumo de combustível entre seus concorrentes com transmissão automática: 12 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada quando abastecido com gasolina.

A transmissão CVT possui três modos de funcionamento. No modo Automático o conjunto se ajusta ao modo de condução do motorista, sem comprometer a eficiência e conforto. O modo Manual permite as trocas sequenciais por meio da alavanca de câmbio ou nas borboletas atrás do volante. No modo Sport ele atua na direção, no controle de estabilidade, no mapeamento do acelerador e altera o tempo de resposta e das trocas de marchas.

O novo câmbio automático foi projetado com um óleo lubrificante for life, ou seja, que não exige troca ao longo de toda a vida útil do veículo. Isso aumenta a durabilidade e reduz o custo de manutenção.

Car Magazine Car Magazine