Car Magazine Car Magazine

Renault anuncia retorno de Alonso para 2021 com missão clara de voltar ao topo

"Tentarei o meu melhor para ajudar a equipe a ser campeã novamente. Se formos campeões comigo, fantástico, mas se for com um jovem talento, minha missão também estará cumprida."

RaceCar

Fernando Alonso está de volta. Aos 39 anos de idade, o espanhol bicampeão de Fórmula 1 terá sua terceira passagem pela equipe Renault, por onde ele obteve suas maiores glórias – seria essa mudança digna de pedir música no Fantástico? Afinal, além de Alonso, só Nigel Mansell teve a proeza de competir três vezes pela mesma equipe na carreira – no caso a Williams em 1987-88, 1991-1992 e 1994.

Em um contrato de duração não informada, Alonso aposta na reviravolta do regulamento para 2022, onde todos começarão do zero e a Renault terá uma oportunidade de virar o jogo, como fez a Mercedes nesta primeira geração de carros híbridos – domínio que persiste desde 2014.

“A idade não importa, o que importa é o cronômetro.”

Tendo vencido seu primeiro GP, feito sua primeira pole e somado seus dois títulos pela montadora francesa, o asturiano sabe que terá um cenário bem diferente daquele quando ele era o Rei da Renault: o momento é crucial para se trabalhar em união com o objetivo de voltar ao topo. Como fez Felipe Massa na Williams, deixando o status de lado e focando na reestruturação da equipe.

Apesar de já estar acertado com a McLaren, Daniel Ricciardo pode ser prejudicado por esse anúncio, uma vez que a Renault terá todo o direito de colocar Alonso para andar no primeiro treino livre durante os finais de semana de corrida – e não faria sentido nenhum tirar Esteban Ocon para isso, já que o francês retorna após longo período fora e segue em 2021.

“Estou ciente da minha missão, que não está apenas focada no carro, mas também fora dele.”

O acordo, segundo fontes, começou a ser costurado de verdade após o Natal de 2019 e só cresceu com os rumores sobre a ida de Ricciardo para a McLaren, o que acabou se concretizando. E, mesmo perto dos 40, o impacto da volta do asturiano ainda é forte: essa é a principal notícia do dia da imprensa esportiva.

“A idade não importa, o que importa é o cronômetro. Nunca me classifiquei para uma corrida baseado no meu passaporte ou na minha data de nascimento. Sempre foi no cronômetro e ainda estamos com velocidade. Estou ciente da minha missão, que não está apenas focada no carro, mas também fora dele”, destaca Alonso.

 

View this post on Instagram

 

“Renault is my family, my fondest memories in Formula One with my two World Championship titles, but I’m now looking ahead. It’s a great source of pride and with an immense emotion I’m returning to the team that gave me my chance at the start of my career and which now gives me the opportunity to return to the highest level. I have principles and ambitions in line with the team’s project. Their progress this winter gives credibility to the objectives for the 2022 season and I will share all my racing experience with everyone from the engineers to the mechanics and my team-mates. The team wants and has the means to get back on the podium, as do I.” – @fernandoalo_oficial #RSspirit

A post shared by Renault F1 Team (@renaultf1team) on

O espanhol também mostrou estar focado em auxiliar a equipe como um todo: “Tentarei o meu melhor para ajudar a equipe a ser campeã novamente. A equipe quer e tem a meta de voltar ao pódio, assim como eu. Tentarei ajudar também a Academia de Pilotos o máximo que puder. Se formos campeões comigo, fantástico, mas se for com um jovem talento, minha missão também estará cumprida.”

“Fizemos testes físicos há 15 dias e tive os melhores resultados da carreira, o que me deixa motivado, feliz e mais forte do que nunca.”

Mesmo com uma agenda cheia após sair da F1 em 2018, com títulos no WEC, em Le Mans e participações no Rally Dakar e na Indy 500, o bicampeão admite que precisou melhorar o físico. “Tenho que reconstruir meu corpo. Tive que começar treinos específicos. Comecei em fevereiro e agora estou 100%. Fizemos testes físicos há 15 dias e tive os melhores resultados da carreira, o que me deixa motivado, feliz e mais forte do que nunca”, conclui.

 

View this post on Instagram

 

HE’S BACK! #F1 #Formula1 #FernandoAlonso #Renault @fernandoalo_oficial @renaultf1team

A post shared by FORMULA 1® (@f1) on

Duro vai ser administrar o espanhol e liderar junto com ele o time, algo que Cyril Abiteboul não vem conseguindo com sucesso nos últimos anos, mas espera virar o jogo a partir de 2021. “A assinatura com Fernando é parte do plano do Grupo Renault de seguir comprometida com a F1 e voltar ao topo do pódio”, afirmou.

“Se formos campeões comigo, fantástico, mas se for com um jovem talento, minha missão também estará cumprida.”

“Sua presença é algo maravilhoso não só a nível esportivo, mas também para a marca. A ligação entre ele, a equipe e os fãs fizeram de Alonso uma escolha natural mútua e um projeto para o futuro. Sua experiência e determinação nos levarão a ter o melhor de cada um para levar o time à excelência que a F1 moderna exige”, continua.

“Ao lado de Esteban Ocon, a missão de Fernando Alonso será ajudar a Renault a se preparar para a temporada 2022 nas melhores condições possíveis”, completa Abiteboul. Confira abaixo o belo poster que a equipe fez para anunciar o piloto.

Com uma história de dois títulos, três vice-campeonatos, 32 vitórias (o sexto da história) e 311 GPs (atrás apenas de Kimi Raikkonen com 313 e Rubens Barrichello, com 322) por Renault, McLaren e Ferrari, a volta de Alonso é vista com bons olhos até pelo CEO da Fórmula 1, Chase Carey.

“A volta do bicampeão pela Renault é uma ótima notícia. Ele é um talento incrível e nós mal podemos esperar para tê-lo no grid em 2021”, resumiu. A categoria, por sua vez, capitalizou bastante publicando vídeos (um deles está acima, no corpo da reportagem) e um poster que pode ser visto abaixo.

Resumindo: ele pode até não ter a velocidade natural de seu início de carreira, mas Alonso ainda tem o poder de afrontar os rivais e a capacidade de andar na frente iguais aos de quando deixou a F1.

O Príncipe das Astúrias está de volta!

CONFIRA ABAIXO ALGUNS MOMENTOS DE FERNANDO ALONSO ETERNIZADO EM IMAGENS DE LUCA BASSANI, BETO ISSA, DUDA BAIRROS E RENAULT F1 TEAM.

 

Car Magazine Car Magazine