Car Magazine Car Magazine

Rumores se confirmam: Sainz é da Ferrari; Ricciardo, da McLaren

Com isso, agora a expectativa paira sobre o que Sebastian Vettel fará da vida e o que a Renault fará com a vaga deixada por Ricciardo.

RaceCar

Acabou a brincadeira das boatarias: tanto a Ferrari quanto a McLaren confirmaram, dois dias depois do anúncio da saída de Sebastian Vettel da escuderia italiana, a contratação de Carlos Sainz e Daniel Ricciardo, respectivamente. A primeira a dar a notícia, logo ao fim da manhã na Europa, foi a equipe inglesa, com os italianos divulgando sua novidade logo depois.

Com 25 anos de idade, Sainz vai para Ferrari e, com isso, passa a ter competido exatamente nas mesmas equipes que seu conterrâneo Fernando Alonso: Toro Rosso (Minardi, no caso do bicampeão), Renault, McLaren e Ferrari. “Estou empolgado com o meu futuro com a equipe”, comentou o filho do bicampeão mundial de WRC e vencedor do Rali Dacar, Carlos Sainz Snr. E a Ferrari terá em 2021 sua dupla de pilotos mais jovem da história – Charles Leclerc, seu novo parceiro, tem 22 anos.

Chefe da Ferrari, Mattia Binotto fez ótimos elogios ao novo contratado: “Em cinco temporadas na F1, Carlos mostrou ser muito talentoso e que possui a habilidade técnica e os atributos que o encaixam perfeitamente em nossa família, Acreditamos que uma dupla com a personalidade de Carlos e Charles Leclerc, a mais jovem da história da Ferrari, será a combinação perfeita para alcançarmos as metas que nos impusemos”.

Daniel Ricciardo (Luca Bassani/CAR Magazine)Fórmul

Ricciardo foi outro que confirmou os rumores relativos a seu nome com o anúncio da McLaren, que terá motores Mercedes em 2021 – o que, aliado ao crescimento recente da equipe, certamente pesou na hora do australiano assinar o contrato.

“Assinar com Daniel era o passo seguinte para nosso projeto de longo prazo e trará uma nova e empolgante dimensão ao time junto de Lando Norris. Isso é uma boa notícia para nós, para os patrocinadores e para os fãs”, comentou o CEO da McLaren, Zak Brown, ciente não só da velocidade de Ricciardo, como também da imagem positiva do piloto junto a público, mídia e marcas.

“Estou grato pelo meu tempo com a Renault e a forma que fui aceito no time. Mas nossa história ainda não acabou e mal posso esperar para voltar ao grid neste ano. O próximo capítulo ainda não chegou, então vamos terminar este em grande forma. Merci”, comentou Ricciardo em seu perfil no Instagram.

Com isso, agora a expectativa paira sobre o que Sebastian Vettel fará da vida e o que a Renault fará com a vaga deixada por Ricciardo – desejada por ninguém menos que Fernando Alonso.

 

Car Magazine Car Magazine