Car Magazine Car Magazine

Investindo na hibridização

É clara a tendência da marca de ganhar cada vez mais espaço com veículos de motorização híbrida. O novo RAV4 é um bom exemplo de design, funcionalidade, eficiência e mobilidade. Por: Caio Moraes | Fotos: Luca Bassani

CarToyota RAV4 SX Hybrid

A quinta geração do SUV mais vendido do mundo chega ao Brasil com motorização exclusivamente híbrida; além disso, o novo modelo recebeu nota máxima em segurança pelo Latin NCAP. Entre as novidades apresentadas no novo carro estão a arquitetura global Toyota (TNGA), a motorização híbrida auto-recarregável, o sistema de tração inteligente nas quatro rodas (AWD) e o sistema de segurança ativa “Toyota Safety Sense”(TSS). A empresa ainda afirma que o RAV4 Hybrid se diferencia da proposta urbana dos modelos atuais do segmento, posicionando-se como um verdadeiro SUV aventureiro, mas com características que o adaptam perfeitamente à vida urbana.

O sistema híbrido do RAV4 é composto por quatro motores (um a gasolina e três elétricos) que funcionam em conjunto, fornecendo uma potência combinada de 222 cv. O motor a combustão é um quatro cilindros de 2,5 litros, com VVT-i (varia os tempos de abertura das válvulas de admissão) e injeção direta e indireta de combustível. O sistema elétrico é alimentado por uma bateria de níquel-hidreto metálico 11% mais leve que o sistema anterior.

Toyota RAV4 SX Hybrid

O conforto dinâmico é excelente, mas a carroceria rola um pouco mais que o desejado nas curvas de estradas sinuosas

Ao motor a combustão vai acoplada a transmissão automática HEV Transaxle continuamente variável, controlada eletronicamente. Esse modelo difere das CVTs tradicionais que usam correia metálica para conectar as polias variáveis. Ela usa um motor elétrico para controlar um complexo sistema de engrenamento por satélites e planetárias que levam a energia do motor a combustão e do próprio motor elétrico ao diferencial dianteiro. Com esse recurso, na posição Drive, as relações de marcha mudam continuamente, mantendo o motor a combustão na rotação mais eficiente e econômica. No modo Sport, seis marchas virtuais — com relações fixas pré-definidas — podem ser trocadas por meio de borboletas no volante. O SUV dispõe de quatro modos de condução: Normal, ECO, EV (100% elétrico) e Sport.

As grandes vantagens da tecnologia híbrida, cada vez mais disseminada nos carros atuais, são a economia de combustível e a menor emissão de poluentes. O RAV4 híbrido não usa tecnologia plug-in (com carregamento das baterias feito como conexão com a rede elétrica), a alimentação dos acumuladores elétricos é feita nos momentos de desaceleração e frenagens, em que toda a energia cinética é transformada em carga elétrica. A marca divulga que o consumo de cidade é de 12,8 km/l e de estrada, 14,3 km/l, mas obtivemos marcas melhores, nos aproximando dos 15 km/l em trecho de rodovia e de 13 km/l na cidade.

O RAV4 vem equipado com um sistema inteligente de tração integral nas quatro rodas, com gerenciamento eletrônico. O torque é distribuído entre os eixos dianteiro e traseiro, oscilando entre 100/0% e 20/80% (D/T). A variação do torque entre os eixos colabora para um melhor comportamento e estabilidade nas curvas, nas arrancadas em subidas com piso de baixo atrito ou nas condições mais difíceis de off-road. Também incorpora a função AUTO LSD, usada para sair das condições de deslizamento por meio do bloqueio das rodas. Quando elas giram sem tração ou são suspensas no ar, o sistema transfere o torque para as rodas que estão no chão, proporcionando tração.

Extremante bem equipado, ele conta, entre outros itens, com sete airbags, faróis de LED com ajuste de altura, banco do motorista com regulagem elétrica e memória, freio de estacionamento com acionamento eletrônico (EPB) e função Hold, controle eletrônico de tração (TRC), controle de Assistência de Subida em Rampa (HAC), Sistema de Controle Eletrônico de Estabilidade (VSC) e Controle de Reboque e Oscilação (TSC), teto solar tipo Wide Moonroof, carregador de celular por indução e abertura e fechamento elétrico da tampa do porta-malas com acionamento interno ou por sensor de movimento.

Apesar de toda essa parafernália mecânica, o RAV4 é extremamente simples de ser dirigido, como um carro automático. Claro que há a necessidade de se saber usar da melhor forma o seu sistema híbrido, só assim se terá o melhor aproveitamento das suas boas qualidades. O comportamento dinâmico, a despeito do grande conforto de rodagem, merece alguns cuidados. A carroceria tem rolagem um pouco acentuada nas curvas, e nota-se a ausência do batente hidráulico na suspensão dianteira na passagem por lombadas. A tração integral corresponde bem às expectativas nos pisos irregulares.

Toyota RAV4 SX Hybrid
>Preço R$ 191.290
>À venda Disponível
>Motor Quatro cilindros, 2.487 cm³, DOHC, 16V, potência máxima de 178 cv a 5.700 rpm, torque máximo de 22,5 kgfm a 3.600 rpm (gasolina); THS II (três motores elétricos): potência máxima 120 cv, torque máximo de 20,6 kgfm; potência combinada de 222 cv
>Transmissão Automática HEV Transaxle (CVT); tração AWD com seletor de terreno LSD
>Desempenho 0 a 100 km/h em 8,1 s; velocidade máxima de 180 km/h (limitada)
>Suspensão Dianteira independente, tipo McPherson; traseira com braço duplo
>Comp. / largura / altura 4.600 / 1.855 / 1.685 mm
>Peso / material 1.730 kg / aço

Car Magazine Car Magazine