Car Magazine Car Magazine

Um míssil furioso no ninho

CAR Magazine foi à Bavária experimentar no ninho o novo BMW M2 Competition, melhor que seu antecessor em todos os sentidos, realmente merece ter “competição” no nome. Texto: Luca Bassani | Fotos: Alex Farias

Car

É normal sentirmos certa inveja dos nossos companheiros ingleses. A redação da matriz de CAR na Inglaterra tem sempre as novidades em primeira mão, até em relação à concorrência local. A equipe da revista na Inglaterra já tinha experimentado o M2 Competition e nós editamos a matéria aqui na edição brasileira, na sessão First Drives da CAR 92.

Ficou faltando, entretanto, um contato mais intenso nosso com esse míssil alemão. A oportunidade veio junto com as nossas idas à Europa para as coberturas dos Grandes Prêmios de F1. Por que não chegar à Europa por Munique e ir conhecer a fera no berçário? A ideia foi acolhida pela BMW do Brasil e o teste foi agendado. Munique respira BMW, literalmente – na frente do Parque Olímpico das Olimpíadas de 1972 se enxerga a sede da fabricante. Receber um M2 Competition azul em Munique para um teste é sentir-se em casa. Um presente também para o nosso colaborador nas coberturas de F1, o fotógrafo brasiliense Alex Farias, que teve a chance de estrear nos nossos editoriais de automóveis.

O M2 Competition não é uma versão especial do M2, é o seu substituto. A BMW precisava fazer alguma coisa no M2 que satisfizesse as novas exigências de emissões e ao mesmo tempo aumentasse seu desempenho. A solução foi caseira: trocar o motor M240i pelo M3/M4, com a maior diferença nas duas turbinas, não com a turbina única de geometria variável do M2. A potência aumentou em 40 cv, somando agora 410 cv. Com elas vem também um novo escapamento, nova configuração de carroceria, novas rodas e suspensões rebaixadas. Ele ainda tem tração traseira e opção de câmbio de seis marchas manual ou DCT automático de sete, com dupla embreagem, que acrescenta R$ 10 mil ao preço, na Europa. Outro opcional é o Driver´s Package, que aumenta a máxima de 250 para 280 km/h.

No universo M da BMW, talvez o M2 Competition seja o melhor pacote. Ele pode ser melhor sendo menor, sim, exceto pela falta de espaço no banco de trás e ronco um tanto alto. Quando se está ao volante do M2 Competition, a sensação é difícil de ser superada. Sendo menor que o M3, M4 e M5, com certeza tem uma tocada mais divertida e apimentada.

O M2 Competition escancara sua agressividade à primeira vista. O para-choque dianteiro é grande para acomodar as diversas entradas de ar, além das aletas e apêndices aerodinâmicos. Entre os atuais componentes de sua carroceria, encontra-se a nova grade, um largo difusor e a nova configuração da saída quádrupla de escapamentos.

No interior do carro, a BMW não economizou nos detalhes. Os bancos são impecáveis, os instrumentos do painel foram redesenhados e o acabamento ganhou personalidade.
Resolvemos, então, sair das ruas de Munique e levar o M2 Competition passear pelas Autobans alemãs e experimentar o foguete no seu habitat natural; permaneceu, porém, o desejo de levá-lo a um autódromo, o que não foi possível. Nessa hora, as seis marchas podem fazer sentido na economia de combustível, mas não se tira 100% do motor com elas, o que é uma pena. A troca de marchas nas borboletas é muito agradável em tocadas esportivas, quando é sempre bom estar com as duas mãos no volante o tempo todo. O M2 Competition segue a tradição dos modelos M, com seus dois botões no volante que permitem a você gravar suas regulagens favoritas. Eles também proporcionam a escolha da velocidade de trocas do DCT em três níveis. Há um comando ESP separado, mas todo o restante relacionado à dinâmica de condução pode ser agrupado sob os seletores M1 e M2.

Depois de acelerar nas estradas em trechos sem limite de velocidade, quando chegamos perto dos 250 km/h resolvemos buscar estradas mais sinuosas para experimentar o comportamento dinâmico do novo M2. Nessa hora se entende a expressão furiosa que o M2 Competition entrega ao asfalto e também porque a rigidez do conjunto domina o massivo tranco no motor ao solo através das rodas calçadas com pneus 265/35 R19, que, com a primeira marcha curta, ajuda a patinar divertidamente. O M2 Competition é a expressão M em sua essência, a natureza do DNA da esportividade da BMW que vai deixar saudades em nossos corações.

BMW M2 Competition
>Preço R$ 389.950
>À venda Disponível
>Motor V6, 2.979 cm3, biturbo com injeção direta, potência máxima de 410 cv a 5.250 rpm, torque máximo de 56,1 kgfm a 2.350 rpm
>Transmissão Automatizada de sete marchas, tração traseira
>Desempenho 0 a 100 km/h em 4,2 segundos e velocidade máxima de 280 km/h
>Suspensão Dianteira independente tipo McPherson; traseira independente multibraço
>Comp. / largura / altura 4.461/1.854/1.410 mm
>Peso / material 1.550 kg/aço

Car Magazine Car Magazine